Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Estrelas empatam na despedida de Zico e Lucas do Morumbi

São Paulo (SP)

Ao lado de ídolos do passado e de grandes astros do presente, Lucas fez sua última partida no Morumbi. Atacante dos Amigos de Zico, o ex-jogador do São Paulo era aplaudido a cada toque na bola e ajudou o time do Galinho de Quintino no empate com as Estrelas do Brasil por 4 a 4, no consagrado Jogo das Estrelas, organizado pela lenda flamenguista, e que chegou a 9ª edição.

Na penúltima participação de Zico no amistoso, o último no estádio do Tricolor Paulista, o pontapé inicial foi dado pelo ex-tenista Gustavo Kuerten. Cotado para ser o centroavante titular dos donos da festa, Guga acabou preterido por Emerson Sheik e reclamou da opção do treinador, mas lembrou que fará uma cirurgia no início de 2013 e preferiu “não estragar a festa”.

Com a bola rolando após um minuto de silêncio em homenagem ao locutor esportivo Luiz Noriega, falecido na última quarta-feira, o time do Galinho se mandou para o ataque com Victor; Gabriel, André Cruz, Fabio Luciano e Wladmir; Marcos Assunção, Darío Conca, Paulo Henrique Ganso e Zico; Lucas e Emerson Sheik.

E com apenas dois a ‘seleção’ da casa abriu o placar. Zico descolou lindo passe para Gabriel na direita e o lateral rolou para o campeão mundial Sheik encher o pé e vencer Zetti. O time do goleiro ainda tinha Correa, Juninho Fonseca, Fernando e Rubens Júnior; Vampeta e Ibson; Amoroso, Dinei, Viola e Cláudio Adão.

As Estrelas apostavam nos contra-ataques, mas os banheiras Cláudio Adão e Viola foram flagrados pelo bandeira Marcelo Tardelli, irmão do juiz Vagner Tardelli, por três vezes. No último deles, de Adão, o auxiliar recebeu sonoras vaias da torcida, que esperava ansiosa por gol do centroavante que brilhou nos anos 1970.

Aos 19 minutos de jogo, um lance levantou a torcida. Zico cruzou com perfeição na área e Lucas apareceu em velocidade para cabecear e assustar Zetti. Na sequência, foi o Galinho quem recebeu na área e carimbou a trave e, depois, chutou para fora sozinho na grande área.

O volante Amaral, ex-Corinthians e Palmeiras, tirou Dinei dizendo que o atacante “não estava jogando nada”. Minutos depois, no entanto, foi o time de Zico quem balançou as redes. Ganso deixou Gabriel na cara do gol e o lateral direito ampliou a vantagem. Correndo atrás do prejuízo, as Estrelas viram Amoroso fazer fila na área, deixar dois no chão e marcar um golaço. No lance seguinte, Viola recebeu de Rubens Júnior e cabeceou para o gol.

O folclórico centroavante voltou a aparecer no primeiro lance do segundo tempo e virou para as Estrelas. Na comemoração, se juntou a Dinei e provocou os torcedores que vaiavam a dupla ex-corintiana. O jogo ficou novamente empatado aos 22 minutos, quando Ganso bateu rasteiro de fora da área e venceu Ricardo Berna. O goleiro reserva do Fluminense havia entrado na vaga de Zetti, que foi ovacionado pela torcida.

Enquanto Ibson virava para as Estrelas, Zico perdia as principais chances no ataque em passes de Ganso, Conca e do auxiliar técnico do São Paulo, Milton Cruz. Para responder as brincadeiras de Dinei contra a torcida e Milton Cruz, Lucas partiu para cima do atacante e aplicou um belo chapéu no atacante.

Já aos 45 minutos do amistoso, Darío Conca recebeu de Sheik, seu ex-companheiro de Fluminense, e mandou um chute preciso no ângulo de Ricardo Berna. Crianças invadiram o gramado e Vagner Tardelli apitou o final de jogo. Assim, Zico deu seu último espetáculo no Morumbi e agora se prepara para a despedida definitiva, já no reformado Marcanã, em 2013.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade