Futebol/Mundial de Clubes - ( )

Fase de peruano é espetacular até nas corridas de cavalos

Lima (Peru)

No mesmo domingo em que marcou o gol do título mundial do Corinthians, Guerrero teve uma vitória no Peru. A família do jogador, que investe em cavalos de corrida, acompanhou o triunfo de Elbchaussee no hipódromo de Monterrico.

Batizado com o nome de um lago de Hamburgo, onde o centroavante jogou por seis temporadas, o alazão de três anos ganhou sua prova com muito menos sofrimento do que o saboreado pelo Timão no Japão. Ao fim dos 2.400 metros do percurso, tinha larga vantagem.

“É um dos cavalos que o Paolo tem e nos dá muita satisfação”, disse à Panamericana TV a mãe do atleta, Petronila Gonzales. Ela ergueu o troféu e timidamente e falou sobre o orgulho dela em relação ao momento do filho.

Já o pai de Guerrero, José, abraçou todos à sua volta no momento em que terminou a prova, mas logo esqueceu os cavalos e derramou lágrimas que transbordariam o lago Elbchaussee. “Estou muito emocionado pelo gol que Paolo meteu, que deu o título de bicampeão ao Corinthians.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Paolo Guerrero não foi a única pessoa de sua família a erguer um troféu no último domingo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade