Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Loss comemora empate com sabor de vitória no Gre-Nal

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O técnico Osmar Loss comemorou o empate por 0 a 0 obtido pelo Internacional diante do Grêmio, na última partida da história do Estádio Olímpico, neste domingo. O Colorado atuou com dois homens a menos por 34 minutos, mas mesmo assim soube segurar o rival, que, com o empate, perdeu a classificação direta a fase de grupos da Libertadores do ano que vem.

“Fico contente de estar à frente de uma equipe que resgatou a bravura. O que eu pensei deu certo sim: trabalhamos a semana inteira a transição de jogo, que é o que faltava par o Inter. Tivemos situações com o Fred e o Ratinho, o Damião perdeu outra, quando estava em 11 contra 11. Encontrei o Inter com jogadores cheios de hombridade, e deixo para o próximo técnico jogadores com hombridade”, elogiou o comandante vermelho.

O zagueiro Rodrigo Moledo negou que a equipe tenha sido violenta no clássico: “suportamos a pressão do Grêmio. Com dois a menos, não tinha muito o que fazer. Montamos duas linhas de quatro, marcamos e saímos no contra-ataque. A gente fez uma grande partida hoje e estamos de parabéns. Não entramos para bater. O Gre-Nal é aguerrido, mas sem violência”, comentou.

O Internacional terminou o Brasileirão na décima colocação, com 52 pontos. O aproveitamento de 45,6% é o pior da equipe desde a adoção do sistema por pontos corridos, em 2003. O elenco deve entrar em férias nesta semana e retorna aos trabalhos em janeiro, quando iniciará a preparação para o Gauchão, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro do ano que vem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade