Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Lucas se policia para não deixar ansiedade atrapalhar luta por taça

São Paulo (SP)

Muito próximo de ganhar seu primeiro título como profissional, Lucas conta as horas para a partida de quarta-feira contra o Tigre, pela final da Copa Sul-americana. Será a última com a camisa do São Paulo antes de se apresentar ao Paris Saint-Germain, em janeiro do ano que vem.

"Desde que cheguei me imagino em um Morumbi lotado, dando a volta olímpica e comemorando com a torcida. Espero ter essa oportunidade", disse o jogador ao site oficial do clube.

Para ser campeão, depois do empate sem gol em La Bombonera, basta uma vitória simples no Morumbi. Se a partida terminar empatada, a partida vai para a prorrogação. Em caso de igualdade também no tempo extra, o vencedor será definido nos pênaltis.

Diante de um adversário que chega a uma final continental pela primeira vez na história, o favoritismo é todo do São Paulo. Algo que deixa Lucas ainda mais inquieto.

"Estou muito ansioso, fico pensando como vai ser, eu comemorando o título. Vai ser complicado dormir, mas tenho de ficar tranquilo e relaxar. Tenho de estar bem para ajudar meu time, não posso deixar essa ansiedade atrapalhar. Vou me preparar bastante", policia-se.

Revelado em 2010, o camisa 7 tem até o momento 126 jogos e 32 gols. Depois de duas temporadas e convocações para a Seleção Brasileira principal, ele agradece o apoio recebido.

"Não tenho outra coisa a falar a não ser o meu muito obrigado. Para todos os funcionários, companheiros, colegas, fãs, o meu muito obrigado. Sempre fui tratado com muito carinho. Vou levar todos no meu coração", vai se despedindo o jogador, que espera um dia voltar ao clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade