Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Por primeira vitória fora de casa, Guto Ferreira quer Ponte ofensiva

Campinas (SP)

A Ponte Preta ainda tem um objetivo para a última rodada do Campeonato Brasileiro: assegurar uma vaga na Copa Sul-americana. Para isso, o técnico Guto Ferreira pediu uma equipe ofensiva para visitar a Portuguesa, que corre risco de rebaixamento.

“Contra o Bahia e Grêmio fomos mais ofensivos, mas não concretizamos em gol. Vamos procurar manter essa postura que estamos tendo para que tenhamos a felicidade de vencer o jogo de domingo e confirmar nossa vaga na competição internacional”, declarou.

Para a partida, o treinador terá o desfalque de alguns de seus principais jogadores. Além do zagueiro Ferron, o atacante Luan já vinha fora da equipe por uma lesão no púbis, enquanto o centroavante Roger contundiu o tornozelo no empate por 0 a 0 contra o São Paulo. Em seus lugares, atuarão Tiago Alves, Rildo e Giancarlo, respectivamente.

“O Luan já não vem jogando por causa deste problema no púbis, o Ferron não pode por uma questão contratual e o Roger se lesionou. Ninguém gosta de mexer na estrutura do time, mas quem entrar está em condições de ser titular e esperamos que possa render o esperado”, afirmou o comandante alvinegro.

Guto Ferreira não tem bom retrospecto fora de casa, perdendo os seis jogos em que comandou a Ponte, mas isso não assusta o treinador para o duelo contra a Portuguesa, que será no domingo, às 17 horas (de Brasília), no Canindé.

“No momento do jogo eu não penso se ainda não venci fora de casa, mas fico chateado quando não acontece como nós queremos. No entanto a Ponte está jogando bem e sei do que estamos fazendo. Independentemente do jogo contra a Portuguesa, acredito que vamos sair classificados para a Sul Americana”, comentou.

PontePress/DJota Carvalho
Com Guto Ferreira, Ponte Preta sofreu seis derrotas, sofreu 11 gols e marcou apenas dois fora de casa

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade