Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Raí prevê cobrança, mas acredita em sucesso de Lucas na França

São Paulo (SP)

O caminho que Lucas decidiu seguir ao sair do São Paulo é o mesmo feito por Raí na década de 1990: o Paris Saint-Germain. Nos últimos meses, o meia-atacante de 20 anos conversou bastante com o ídolo, no intuito de pegar dicas a respeito do clube francês. Ouviu dele que encontrará dificuldades.

"Ele é jovem, mas terá a cobrança pelos valores da transação. É um grande desafio pela frente", disse o ex-jogador ao site do clube brasileiro, referindo-se à negociação de 43 milhões de euros, concretizada no meio da temporada.

A maior diferença entre a história de Raí e de Lucas é que o primeiro deixou o São Paulo aos 28 anos, campeão mundial. Ainda que o estágio na carreira seja outro, ele acredita que o jovem ex-são-paulino conseguirá se adaptar à França e ter sucesso por lá.

Site Oficial/saopaulofc.net
Lucas pegou dicas com o outro ídolo são-paulino
"O PSG é um time que tem jogadores experientes como Thiago Silva e Ibrahimovic, que vão dar uma força para ele se impor", avalia Raí. "Ele chega para construir uma carreira lá e fez uma ótima escolha. O PSG está em um momento ambicioso, de querer novos títulos e ficar para a história".

"A dica maior é para que ele se esforce. Ele tem de se esforçar a conhecer o outro país, fazer amigos franceses e não se fechar apenas em guetos brasileiros. Quanto mais você se abrir para uma nova cultura, mais fácil será essa adaptação", concluiu o antigo 10 tricolor.

Lucas viajou na madrugada deste domingo para se apresentar à nova equipe. O destino, no entanto, ainda não foi a Europa. Ele seguiu para Doha, no Catar, onde o técnico Carlo Ancelotti comanda um breve período de treinamentos durante a pausa no calendário francês.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade