Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Reabertura do Mineirão terá Jota Quest e 15 mil torcedores presentes

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Mineirão será reaberto ao público na próxima sexta-feira, com direito a show da banda mineira Jota Quest. O público que quiser conferir como ficou o estádio que vai abrigar jogos da Copa das Confederações em 2013 e Copa do Mundo em 2014, poderá trocar um quilo de alimento não-perecível, exceto sal e fubá, por um dos 15 mil ingressos à disposição.

Para Secretaria Extraordinária de Copa do Mundo em Minas (Secopa), a visitação publica será uma boa oportunidade para que os torcedores matem saudades do estádio. O secretário Tiago Lacerda, confirma que além do público, a reabertura do Mineirão terá a presença da presidenta Dilma Rousseff e de outras autoridades.

“Os torcedores que chegarem ao Mineirão na sexta-feira entrarão pelo Portão Sul, pelo lado da Escola de Veterinária (UFMG), e o torcedor poderá entrar atrás de um dos gols e sair do outro lado. Eles terão acesso restrito e ficarão apenas no anel superior. Teremos a presença da presidente Dilma Rousseff, do governador Antônio Anastasia e do prefeito Márcio Lacerda. O intuito dessa visitação é fazer com que o povo mineiro mate saudades do estádio, que ficou fechado por dois anos e meio”, afirmou.

A troca dos alimentos por ingressos começa nesta terça-feira, no Mercado Central e na Cidade Administrativa, sede do governo de Minas. Serão três dias de trocas, que começam às 12h desta terça-feira, e se estende até às 18h, na quarta e quinta-feira, a troca acontece entre 9h e 17h. A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte, BHTrans, informou que terá um esquema especial de ônibus à disposição dos torcedores.

Partida de estreia - Já o primeiro clássico no reformado Mineirão pode se transformar em novela. Mandante no dia 3 de fevereiro, o Cruzeiro ainda não sabe se irá liberar ingressos para a toricda do Atlético-MG. Isso ocorre devido ao contrato do Galo com a Arena Independência que poderia impedir a equipe a mandar jogos em outro estádio. Dessa maneira, a Raposa teme que a partida de volta seja marcada para a arena do América-MG, onde apenas a torcida mandante é contemplada com ingressos. 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade