Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Reverenciado por Neymar, Riquelme admite chance de jogar no Brasil

Bruno Ceccon e Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O meia Riquelme, afastado do Boca Juniors desde a derrota diante do Corinthians na final da Copa Libertadores, admite a possibilidade de jogar no Brasil. Sondado por alguns clubes nacionais, ele trocou elogios rasgados com o atacante Neymar, estrela santista.

“Nos últimos anos, o futebol brasileiro cresceu muito. Todos os times têm grandes jogadores, a Copa do Mundo está se aproximando e fica tudo mais bonito. Eu admiro muito os jogadores do Brasil. Se surgir algum clube que me empolgue, eu viria encantado”, declarou o argentino, um dos convidados da 9ª edição do Troféu Mesa Redonda, gravado na noite desta terça-feira.

Após a final da Copa Libertadores, disputada em julho, Riquelme quase acertou sua transferência com o Cruzeiro em uma negociação intermediada pelo amigo Sorin, ídolo do time mineiro e companheiro do meia no Villarreal e na seleção argentina, mas a diretoria do Boca teria impedido o acordo.

“O presidente de Boca (Daniel Angelici) demorou muito a assinar os papéis e não tive a sorte de jogar no Cruzeiro”, disse o argentino, de 34 anos. Ainda que tenha renovado com o Boca Juniors até 2014 anteriormente, ele garante que, neste momento, não depende da diretoria do clube para sair.

“Já não pertenço mais ao Boca, o presidente não tem mais que assinar nada e vamos esperar para ver se surge algum clube do Brasil que me empolgue”, disse Riquelme, que também revelou sondagens do Flamengo e do Grêmio, além de boatos ligados ao Santos.

Questionado sobre Neymar, o meia foi generoso e o colocou no nível dos principais jogadores da Europa. Convidado por Ronaldo para participar do Jogo Contra a Pobreza no novo estádio do Grêmio, no próximo dia 19 de dezembro, ele pode ter a chance de jogar com o atacante santista, confirmado na partida festiva.

“É um dos grandes jogadores do momento ao lado de Messi, Iniesta e Cristiano Ronaldo. Me dá prazer ver jogadores dessa categoria jogando e seria encantador tê-los como companheiros. Fui convidado pelo Ronaldo para jogar o amistoso e vamos ver quem estará no meu time”, afirmou.

Um dos principais ídolos da história do Boca Juniors, Juan Roman Riquelme, tricampeão da Copa Libertadores, ganhou uma estátua do clube antes mesmo de encerrar a carreira. Com o argentino a seu lado, seria mais fácil terminar os campeonatos como artilheiro, disse Neymar..

“O Riquelme é excelente. Qualquer time gostaria de tê-lo no elenco”, disse o santista, que chegou a projetar a dupla a pedido dos jornalistas. “Eu iria fazer muito gol, hein? Seria maravilhoso. É um excelente jogador, um craque. É o tipo de meia que todo atacante gostaria de ter no seu time”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade