Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Sheik já avisa a Pato que o Corinthians não tem estrela no elenco

Helder Júnior e William Correia São Paulo (SP)

Na condição de autor dos gols que sacramentaram a conquista da última Copa Libertadores da América, o atacante Emerson já começou a dar recados para um provável futuro companheiro de Corinthians. O Sheik não quer que Alexandre Pato, próximo de deixar o Milan e reforçar o campeão mundial, seja o astro maior do seu time - como está sendo alardeado.

“É difícil falar sobre o Pato porque não individualizamos as coisas no Corinthians. A marca do time é justamente a de não ter nenhuma estrela. Isso também vai valer para o Pato”, adiantou o Sheik, que nega até vaga cativa no time titular para o colega. “Quem estiver no melhor momento vai ser escalado. Para jogar, o Pato tem que estar bem, mostrando comprometimento com o grupo e com a instituição. O nosso treinador é muito justo”, avisou.

De fato, o técnico Tite sempre estimulou a concorrência entre seus jogadores. Só definiu Emerson e Guerrero como titulares do ataque corintiano às vésperas do Mundial de Clubes. Jorge Henrique, Romarinho e o argentino Martínez –repreendido por ameaçar deixar o clube caso permanecesse na reserva em 2013 – continuam em alta em um setor que poderá contar também com Pato em 2013. 

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Emerson Sheik provavelmente dividirá atenções com Alexandre Pato no ataque do Corinthians em 2013
“O Pato é um jogador diferenciado, sem dúvida. Todos os times gostariam de tê-lo. Mas o fato de vestir a camisa do Corinthians é maior do que tudo isso. É fundamental saber que essa camisa é mais importante do que um jogador”, continuou a pregar o Sheik.

De qualquer forma, Emerson acredita que a contratação de Alexandre Pato é mais uma prova da força do Corinthians. “Diante de tudo o que vivemos, é importante trazer um atleta como ele, com nível de Seleção Brasileira, que dispensa comentários. Isso mostra o crescimento do clube. A nossa responsabilidade é grande”, disse, evitando se entusiasmar demais. “Qualquer time pode ser batido, inclusive o Corinthians, que trabalha para ter bons resultados.”

Com ou sem Pato, no entanto, Sheik quer manter o Corinthians em alta. “Em 2013, pretendemos dar muito mais alegrias aos nossos torcedores. Estamos marcando época realmente, colaborando com o crescimento de uma nação, com títulos. Não vamos pensar que o que fizemos em 2012 já foi suficiente”, discursou.

Alexandre Pato deverá ser justamente a primeira conquista do Corinthians no próximo ano. O novo concorrente de Emerson Sheik tem tudo para ser anunciado como reforço do clube nos primeiros dias de janeiro, quando ocorrerá uma nova reunião entre o diretor adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves e Adriano Galliani, vice-presidente do Milan.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade