Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Torcida vascaína repete protesto com bananas em São Januário

Rio de Janeiro (RJ)

Cerca de 50 torcedores vascaínos repetiram o protesto organizado na última terça-feira e compareceram a São Januário com faixas contra a diretoria e bananas nas mãos. A manifestação foi organizada para pedir a saída do presidente Roberto Dinamite e a permanência do meia Felipe, que teve contrato rescindido após irritar o diretor René Simões.

As bananas empunhadas pelos vascaínos fazem alusão ao apelido recebido por Roberto Dinamite nos últimos dias: Bananite. Os torcedores criticaram a atual gestão do ex-jogador e cobraram a sua saída imediata do clube. A torcida também preparou faixas de apoio a Juninho Pernambucano. O Reizinho deixou o clube para defender o New York Red Bulls, dos Estados Unidos, em 2013.

Os funcionários cruz-maltinos também ganharam o apoio dos descontentes adeptos da equipe. Informações dão conta de que a diretoria quitou os vencimentos referentes a setembro nesta sexta-feira. Contudo, o restante das pendências permanece sem uma solução imediata. O temor também abrange o comportamento de jogadores descontentes. Com três meses de salários atrasados, os atletas podem entrar na Justiça para deixar o time.

Mesmo com a presença dos torcedores e uma pequena confusão após as bananas serem arremessadas na sede do clube, a polícia não teve trabalho para conter a manifestação. O Vasco já perdeu Fernando Prass, Nilton, Auremir, Juninho Pernambucano e Felipe. Em contrapartida, o time anunciou a vinda de Michel Alves e Fillipe Souto e está próximo de acertar o empréstimo por um ano do atacante Zé Love.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade