Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Treinador vê "prato cheio" de lições em preparação do Corinthians

Bruno Ceccon e Marcos Guedes São Paulo (SP)

Terminada a escala de folgas aos jogadores mais desgastados do elenco, Tite separou as últimas seis rodadas do Campeonato Brasileiro como ensaio para o Mundial. Segundo ele, a sequência se desenrolou de uma maneira que deixou o Corinthians muito bem preparado para pegar o avião na madrugada desta terça-feira.

“Nos seis jogos, a gente enfrentou todas as situações possíveis. Teve grandes clássicos, jogamos em casa, fora, com um calor danado contra o Atlético-GO. A gente saiu na frente, saiu atrás, buscou resultado, ficou com um a menos. Enfim, teve todas as situações possíveis para tirar grandes lições”, afirmou o treinador.

Na série, o Timão superou Vasco, Atlético-GO, Coritiba e Internacional antes de empatar com o Santos. Na partida que fechou a campanha no Campeonato Brasileiro, mesmo saindo na frente, os campeões da Copa Libertadores perderam por 3 a 1 para os reservas do São Paulo, a última lição.

“Agora é hora de olhar para trás e construir confiança. Você tira lições das vitórias e das derrotas, não só do último jogo. Esses seis jogos foram um prato cheio”, disse Tite, recusando-se a usar o mau resultado de domingo como motivação. “Se alguém precisar de motivação para jogar o Mundial, vou dizer: ‘Tu estás no lugar errado’. É uma coisa extraordinária.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
O técnico Tite ficou satisfeito com a preparação do Corinthians nos últimos seis jogos do Brasileiro
Tite admitiu, no entanto, que preferia embarcar sem a memória recente da derrota de um rival. “Não gostei, fiquei chateado, tenho dificuldade de absorver a derrota. Mas tenho a noção exata de toda a preparação e de como ela foi importante. Não adianta pegar um jogo específico para fazer análise”, repetiu.

 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade