Futebol/Bastidores - ( )

Zico lamenta, mas concorda com a saída de Zinho do Flamengo

William Correia e Helder Júnior São Paulo (SP)

Maior ídolo do Flamengo, Zico lamentou a confirmação da saída de Zinho da função de dirigente do clube. Mas concordou com a opção do ex-meio-campista devido à chegada de Paulo Pelaipe como diretor executivo – Zinho teria que aceitar uma redução salarial e de hierarquia, virando gerente e elo entre comissão técnica e diretoria.

“O Flamengo contratou o Pelaipe e acho que o Zinho não deveria continuar. É uma pena”, comentou Zico, fã de Zinho, com quem chegou a jogar na Gávea. “Conversei com o Zinho antes da eleição mostrando que era desejo da diretoria contar com o serviço dele, mas negociação não é a minha área. Onde quer que ele vá, vou torcer para ele. É um cara para ajudar o treinador, é o perfil dele.”

Da mesma forma que apoia Zinho, Zico coloca fé na nova gestão que estará à frente do Flamengo nos próximos três anos. Opositor de Patrícia Amorim a ponto de deixar o departamento de futebol do clube em 2010, o Galinho votou em Eduardo Bandeira de Mello e acredita no novo presidente.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Ídolo apoiou candidatura de Bandeira de Mello e crê que Zinho deveria sair após contratação de Pelaipe
“Posso esperar que vão exercer funções para valorizar o clube, e não usufruir do clube como muitos fizeram. É uma nova administração com pessoas que são rubro-negras e de muita credibilidade, podem muito bem ajudar o Flamengo a voltar a disputar grandes títulos, coisa que desde 2009 não acontece”, apontou o ex-meia.

O incentivo ao candidato vencedor, contudo, não significa atuação direta e frequente de Zico no Rubro-negro. Ao menos, não é isso que o ex-jogador pensa no momento. “Participarei apenas como voluntário”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade