Futsal/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Falcão projeta deixar Seleção em 2013 e se preocupa com nova geração

Rodrigo Martins e William Correia Santos (SP)

O ano de 2013 será o 16º e último ano de Falcão na Seleção Brasileira de futsal. O ala de 35 anos, que marcou gol na final da Copa do Mundo conquistada pelo País em novembro, mostrou nesta sexta-feira estar bem definido quanto a se aposentar com a camisa amarela na próxima temporada.

“No ano que vem ainda vou jogar pela Seleção, mas depois acho que vou parar. É o que estou pensando”, disse o jogador, em tom de anúncio, depois de participar de partida beneficente ao lado de Neymar na Vila Belmiro.

Perto do adeus, Falcão se preocupa com a equipe que representará o País heptacampeão na modalidade. Vencedor dos Mundiais de 2008 e 2012 pela Seleção, sendo eleito o melhor de seu esporte no mundo pela Fifa em 2004 e 2008, Falcão prevê um futuro complicado para seus sucessores.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Ala de 37 anos deixará Seleção na próxima temporada e avisa: sucessores são competitivos, mas sem qualidade
“Dá para manter a competitividade, mas não a qualidade”, avisou. “A base que veio dos últimos Mundiais vai sair. Desse grupo que foi campeão mundial neste ano, 80% vão sair. Vai precisar de um trabalho de renovação”, apontou.

Já a sua contribuição ao futsal dentro de quadra está perto de ser encerrada. Falcão prorrogou sua permanência no Intelli/Orlândia até o fim de 2014 e projeta aposentadoria em 2015, quando terá 38 anos. “Quero curtir ano que vem dentro do que fiz neste ano, com o título mundial. Renovei por mais dois anos com a minha equipe em Orlândia, é o que quero jogar, mais ou menos dois ou três anos, e depois curtir meu descanso”, apontou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade