Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Grêmio disputará Libertadores pela 14ª vez na história

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Grêmio é o terceiro clube brasileiro com mais participações na história da Copa Libertadores da América. Quando entrar em campo no Estádio Casablanca, em Quito, no dia 23 de janeiro, o Tricolor Gaúcho dará início à sua 14ª participação na principal competição do continente. Somente São Paulo (com 16) e Palmeiras (15) disputaram mais edições da Libertadores que o Grêmio.

Ao todo, o Tricolor já disputou 129 partidas na história da competição. Foram 65 vitórias, 28 empates e 36 derrotas. As melhores colocações foram os títulos de 1983 e 1995. Além disso, foram mais dois vice-campeonatos (1984 e 2007) e outras três eliminações nas semifinais (1996, 2002 e 2009). Em mais da metade das vezes em que disputou a Libertadores (sete em 13), o Grêmio foi ao menos semifinalista.

No ano que vem, a grande novidade gremista será disputar a competição continental em sua nova casa. Estádio mais moderno da América Latina, com capacidade para 60.540 torcedores, a Arena do Grêmio foi inaugurada no dia 8 de dezembro, na vitória do Tricolor sobre o Hamburgo, por 2 a 1. O primeiro jogo de Libertadores no novo estádio será contra a LDU, dia 30 de janeiro, em partida que definirá quem se classifica para jogar o Grupo 8 da competição, contra Fluminense, Huachipato e Caracas.

No Olímpico, estádio aposentado pelo clube no final deste ano, o Grêmio jogou 64 vezes pela Libertadores: ganhou 47, empatou 11 e perdeu só seis. O aproveitamento é de impressionantes 79,2%.

Resumo das participações do Grêmio na Libertadores:
1982: eliminado na fase de grupos
1983: campeão, derrotando o Peñarol na final
1984: vice-campeão, perdendo a final para o Independiente
1990: eliminado na fase de grupos
1995: campeão, derrotando o Atlético Nacional na final
1996: eliminado pelo América de Cáli nas semifinais
1997: eliminado pelo Cruzeiro nas quartas de final
1998: eliminado pelo Vasco nas quartas de final
2002: eliminado pelo Olímpia nas semifinais
2003: eliminado pelo Independiente Medellín nas quartas de final
2007: vice-campeão, perdendo a final para o Boca Juniors
2009: eliminado pelo Cruzeiro nas semifinais
2011: eliminado pela Universidad Católica nas oitavas de final

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade