Prêmio Paralímpicos 2012 - ( - Atualizado )

Alan Fonteles e Terezinha Guilhermina são eleitos paratletas do ano

Rio de Janeiro (RJ)

Na noite desta quarta-feira, na cidade do Rio de Janeiro, foi realizada a segunda edição do Prêmio Paralímpicos, cerimônia realizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para premiar os melhores paratletas de 2012. Alan Fonteles e Terezinha Guilhermina, ambos representantes do atletismo, foram os grandes vencedores do ano.

Nas Paralimpíadas de Londres-12, Terezinha Guilhermina ganhou o ouro nos 100m, quebrando o recorde mundial da prova, e também ficou no lugar mais alto do pódio nos 200m. Com três Jogos Paralímpicos em seu currículo, Terezinha soma seis medalhas, sendo três ouros. Vale lembrar que a paratleta protagonizou um dos momentos mais emocionantes da última edição dos Jogos. Na disputa dos 400m rasos, o guia Gulherme Soares tropeçou e caiu. Se mostrando solidária ao parceiro, Terezinha Guilhermina se jogou no chão e desistiu da prova.

“Esse ano foi muito especial para mim. Realizei muitos sonhos e tive um parceiro que merece mais que eu, que é o Guilherme (Soares). Obrigado por tudo, ser brasileira é uma honra. Até uma festa para a gente nós temos”, disse Terezinha, recordista mundial nos 100m, 200m, e 400m T11.

Com 20 anos de idade, Alan Fonteles também teve um ano muito bom no esporte e conseguiu ganhar o ouro nos 200m T44 ao se recuperar e derrotar o sul-africano Oscar Pistorius, um dos grandes personagens das Paralimpíadas de Londres.

“É um prazer imenso receber o prêmio de melhor atleta do ano. Agradeço a todos que me fizeram chegar à Paralimpíada de Londres”, falou Fonteles.

Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, exaltou o momento vivivo pelo esporte paralímpico do Brasil. “O Brasil ser sétima potência do mundo é uma grande conquista em qualquer área. Isso mostra que o esporte paralímpico brasileiro não é mais uma nação emergente. Estamos inseridos entre os maiores. Não fechamos o ano com chave de ouro, mas o ciclo. A segunda edição do Prêmio mostra que o paradesporto brasileiro ganhou maturidade e relevância graças aos atletas que nós temos”, frisou o dirigente.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que ganhou o Prêmio Personalidade Paralímpica, fez questão de destacar as vitórias do Brasil em 2012. “Nossos atletas representam disciplina, vitória do nosso povo e do nosso País. Sou ministro do Estado do Esporte, servidor público, brasileiro e em nome da sociedade brasileira tento fazer o que está ao alcance para que vocês tenham o melhor. Contem conosco, contem sempre”, afirmou Rebelo.

Nos Jogos de Londres, a delegação paralímpica brasileira teve o seu melhor desempenho na história da competição desde que começou a disputá-la em 1972, em Heidelberg (ALE). O Brasil encerrou a campanha com 43 medalhas, 21 delas de ouro, 14 de prata e oito de bronze, deixando o país em sétimo na classificação geral.

O Prêmio Paralímpicos também homenageou os melhores de 2012 em cada modalidade e distribuiu prêmios aos melhores técnicos de esportes individuais e coletivos, além da revelação do ano, personalidade paralímpica e Prêmio Aldo Miccolis, para as pessoas que se destacam no Movimento Paralímpico.

Confira todos os vencedores do Prêmio Paralímpicos 2012:

MELHOR ATLETA FEMININO

1º Terezinha Guilhermina, com 44,45%
2º Shirlene Coelho, com 29,5%
3º Lúcia Teixeira, com 26,05%

MELHOR ATLETA MASCULINO

1º Alan Fonteles, com 39,76%
2º Dirceu Pinto, com 30,34%
3º Daniel Dias, com 29,9%

Modalidades

ATLETISMO
Alan Fonteles Cardoso de Oliveira

BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS
Lia Maria Soares Martins

BOCHA
Dirceu José Pinto

CANOAGEM
Fernando Fernandes de Padua

CICLISMO
João Alberto Schwindt Filho

ESGRIMA EM CADEIRA DE RODAS
Jovane Silva Guissone

FUTEBOL DE 5
Ricardo Steinmetz Alves

FUTEBOL DE 7
Marcos Yuri Cabral da Costa

GOALBALL
Romário Diego Marques

HALTEROFILISMO
Rodrigo Rosa de Carvalho Marques

HIPISMO
Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva

JUDÔ
Lúcia da Silva Teixeira

NATAÇÃO
Daniel de Faria Dias

REMO
Cláudia Cícero dos Santos

RUGBY EM CADEIRA DE RODAS
Alexandre Keiji Taniguchi

TÊNIS DE MESA
Bruna Costa Alexandre

TÊNIS EM CADEIRA DE RODAS
Daniel Alves Rodrigues

TIRO COM ARCO
Francisco Macicledes Barbosa Cordeiro

TIRO ESPORTIVO
Carlos Henrique Prokopiak Garletti

TRIATLO
Rodrigo Feola Mandetta

VELA
Elaine Pedroso da Cunha

VOLEIBOL SENTADO
Janaína Petit Cunha

MELHOR TÉCNICO ESPORTES INDIVIDUAIS
Marcos Rojo Prado (Natação)

MELHOR TÉCNICO ESPORTE COLETIVO
Alessandro Tosim (Goalball)

PRÊMIO REVELAÇÃO
Maciel de Souza Santos

PRÊMIO ALDO MICCOLLIS
Rivaldo Araújo da Silva – Coordenador Geral de Paradesporto de Alto Rendimento no Ministério do Esporte

PERSONALIDADE PARALÍMPICA
Ministro do Esporte Aldo Rebelo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade