Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Button aponta falta de ritmo como principal falha da McLaren em 2012

Woking (Inglaterra)

A falta de confiabilidade do carro e erros nos pit stops prejudicaram os pilotos da McLaren no Mundial de Fórmula 1, mas o britânico Jenson Button acredita que foi o baixo rendimento do bólido em algumas provas que acabou com suas chances de brigar pelo título da temporada.

Button encerrou o campeonato na quinta colocação com 190 pontos, dois atrás de Lewis Hamilton, seu companheiro no time. Apesar de ficarem longe da disputa pelo título, os dois chegaram a liderar o Mundial durante o ano, mas viram Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen se distanciarem nas primeiras colocações.

“Algumas vezes você tem falhas e precisa arrumar essa questão. Mas a parte mais difícil para nós foi antes do recesso de verão, quando não tínhamos ritmo. Não foi apenas pela questão da confiabilidade que não brigamos pelo título, o desempenho naquele período não era bom comparado com nossos concorrentes”, disse Button.

Os problemas enfrentados durante toda a temporada também fizeram com que a McLaren ficasse apenas na terceira colocação do Mundial de Construtores, atrás da campeã Red Bull e da Ferrari, mas com vantagem tranquila sobre a Lotus, quarta colocada do campeonato entre times.

“Nós tivemos problemas de confiabilidade, mas na verdade se você olhar, todos ocorreram nos fins de semana. Fizemos 1.400 quilômetros no teste para jovem pilotos e não tivemos nenhuma falha, então fomos um pouco azarados, eu acho”, disse o britânico.

Em 2013, a McLaren terá uma nova dupla de pilotos. Button permanece no time e a revelação mexicana Sergio Pérez foi contratada para substituir Lewis Hamilton, que passa a correr pela Mercedes.

AFP
McLaren sofreu com quebras no carro, mas Button vê falta de ritmo como principal problema

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade