Natação/Mundial de Piscina Curta - ( - Atualizado )

Nicholas Santos celebra primeiro ouro mundial e mira nadar em 2016

Istambul (Turquia)

Após conquistar seu primeiro ouro em um campeonato mundial ao bater o recorde do Mundial de Piscina Curta na final dos 50m borboleta em Istambul neste sábado, o brasileiro Nicholas Santos comemorou: agora pode dizer que é campeão mundial, ressaltando também que poderia ter feito um tempo ainda melhor.

"Foi muito bom esse ouro, meu primeiro ouro em um Mundial. Estou feliz demais! Não consegui nadar na casa dos 21 segundos, como eu poderia, mas fiquei com a medalha de ouro e o recorde do campeonato. Hoje posso dizer: sou campeão mundial", comentou.

Com o tempo de 22s22, Santos bateu neste sábado o recorde que ele mesmo havia estabelecido em Istambul nos 50m borboleta. Após superar o campeão olímpico sul-africano Chad le Clos, que ficou com a prata, o nadador de 32 anos também falou sobre o seu futuro, projetando mais um ciclo olímpico.

"O meu objetivo é fazer mais um ciclo olímpico. Tudo depende de como vou estar nadando. Vou fixar objetivos para o Mundial de Barcelona. Em princípio, nado até 2016, mas vou pensar ano a ano. Não me vejo fora do ambiente da natação", declarou.

Satiro Sodre/CBDA
Nicholas Santos comemorou seu primeiro ouro mundial, mas afirmou que poderia ter feito ainda melhor

Além do ouro de Nicholas Santos, o Brasil teve outros bons resultados no dia em provas individuais em busca de classificações às semifinais. O destaque ficou com Felipe Lima, terceiro colocado nas eliminatórias dos 50m peito. Na mesma prova,  João Gomes Junior também avançou. O País obteve outras vagas com Etiene Medeiros e Fabíola Molina (50m costas feminino), Guilherme Santos (100m livre masculino), Daynara de Paula (100m borboleta feminino) e Flávia Delaroli (50 livre feminino).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade