Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Jornal diz que Valdívia se recupera bem e anima comandante chileno

Santiago (Chile)

A recuperação física de Valdívia está sendo acompanhada de perto por profissionais da seleção chilena, segundo informa neste domingo o La Tercera. O motivo é que o técnico do time nacional, Jorge Sampaoli, é fã do palmeirense, que lesionou o joelho esquerdo em outubro.

Os dois, inclusive, chegaram a conversar na Academia de Futebol em 2011, após treinamento da Universidad de Chile no CT do Palmeiras. De acordo com o jornal chileno, o ex-comandante da “U” é próximo do Mago, com quem mantém contato frequente há cerca de dois anos.

De férias, Valdívia tem feito fortalecimento físico em uma clínica esportiva de Santiago. Antes da reapresentação ao Palmeiras, marcada para 3 de janeiro, ele deverá receber uma visita de Sampaoli, que pretenderia tê-lo como camisa 10 do Chile nas Eliminatórias para a Copa.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Meia lesionou o joelho esquerdo em outubro, durante clássico contra o São Paulo, no Morumbi
O meia não é chamado para defender o selecionado desde novembro do ano passado, quando chegou atrasado à concentração. Segundo Carlos Borghi, antecessor de Sampaoli, o palmeirense havia se apresentado alcoolizado após o batizado de uma de suas filhas. Com a mudança no cargo, seu nome ganha força novamente.

Segundo a imprensa chilena, a comissão técnica da seleção tem sondado os líderes do grupo a respeito de um possível retorno de Valdívia. Alexis Sanchéz, do Barcelona, teria sido o primeiro a comunicar ser contra, em razão de uma suposta relação amorosa do meia com Michelle Carvalho, brasileira com quem o atacante namorava.

Se fora de campo ele pode ser problema, profissionalmente tem sido elogiado. Pessoas próximas contam que o trabalho principal é focado na perna esquerda, que perdeu massa em função do longo período inativo, e que o jogador aparenta estar animado para voltar a atuar.

Gilson Kleina, técnico do Palmeiras, já avisou que ele terá tratamento diferenciado na pré-temporada. "Queremos fazer um alicerce no Valdívia, uma base forte para evitar tantas lesões", explicou, em recente entrevista à Rádio Globo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade