Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

'Missionário', Neymar é projetado no Barça pelo pai: "São parecidos"

Barcelona (Espanha)

Neymar da Silva Santos, pai de uma das maiores promessas do futebol brasileiro de todos os tempos, falou sobre a missão que o seu filho, Neymar Jr, tem no Brasil. De acordo com o pai do jogador do Santos, a cultura do futebol nacional, que começou a ser perdida após a Seleção Brasileira conquistar a Copa do Mundo de 2002, pode ser recuperada através da exibição do camisa 11.

“Nós temos que pensar que, hoje, no Brasil, o Neymar não é só futebol. Ele também representa um fator cultural e está tentando fazer com que a cultura do futebol brasileiro, que sempre tivemos e foi perdida, volte. Graças a ele, as pessoas e a imprensa estão pedindo de novo um futebol mais atrevido e criativo”, afirmou o pai de Neymar ao jornal catalão Sport.

Segundo o pai do atleta de 20 anos, o seu filho não está sozinho nesta jornada. “Ele está conseguindo com o apoio dos patrocinadores, que entraram e disseram: ‘Neymar não pode ir. Ele tem que ficar no Brasil porque, quanto mais tempo ficar aqui, melhor para o futebol brasileiro’. Se ele sair antes de 2014, seria uma etapa quebrada. Não podemos cometer os erros dos outros”, disse.

Ricardo Saibun/Santos FC
De acordo com o pai de Neymar, filho tem a missão de resgatar o futebol brasileiro jogando no País até 2014
Como todo bom jornal catalão, o pai de Neymar também teve que responder sobre o futuro do atacante, em particular sobre o Barcelona. “O futebol do Neymar é parecido com o do Barcelona. Mas temos que esperar. Pode ser que o Barça não o queira em 2014. É melhor todo mundo ficar quieto. Mas é normal que ele queira triunfar onde Romário e Ronaldo jogaram”, garantiu.

Mas de uma coisa ‘Neymar pai’ não pôde se esquivar: dos contatos que já fez com diretorias de grandes clubes da Europa. “É claro que já conversamos. Pensa que já não falamos com o Real Madrid? Temos amigos lá dentro. O empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, é muito amigo de Florentino Pérez (presidente). É difícil se posicionar”, admitiu.

De acordo com as informações da imprensa espanhola, a diretoria do clube de Camp Nou já tem um pré-contrato com o astro do Peixe. No entanto, o próprio jogador e a cúpula santista negam a existência da firma, que poderia envolver 50 milhões de euros (quase R$ 135 milhões) na transação, além de cerca de R$ 55 milhões às categorias de base da Vila Belmiro.

E a má fase do time de Muricy Ramalho, que está fora da próxima Copa Libertadores da América, também foi assunto para o pai de Neymar comentar. “Em questão de títulos individuais, este foi um bom ano. E é claro que existe a possibilidade de ele sair. Se ele ou o Santos não estiverem felizes. Para isso há a janela de transferências. Mas não podemos antecipar nada”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade