Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

“Qualquer um gostaria de atuar com Neymar”, diz agente de Montillo

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O Santos é o principal interessado na contratação do meia Montillo, do Cruzeiro. As palavras são do empresário do jogador argentino, Sérgio Irigoitia. Apesar de admitir que a negociação não é fácil, por conta da vontade da diretoria celeste na permanência de Montillo, o agente admitiu que a possibilidade de o meia vestir a camisa do Peixe e jogar ao lado de Neymar é interessante.

“Não há nenhum jogador no mundo que não queira jogar com Neymar. Para mim ele não é só o melhor do Brasil, é um dos três melhores do mundo. O Montillo tem uma relação muito boa com ele. Qualquer jogador no mundo gostaria de atuar com o Neymar”, disse Irigoitia, em entrevista à Rádio Estadão/ESPN.

Indagado sobre o fato de a Raposa ter recusado, pela terceira vez, uma proposta santista por Montillo, o procurador do meio-campista destacou que não irá negociar com o clube praiano enquanto os alvinegros não chegarem a um acordo com o Cruzeiro.

“Não falei com nenhum time por respeito ao Cruzeiro. O clube que quiser contratar o Montillo, antes deve negociar com o Cruzeiro. Depois, se eles aceitarem vender, eu poderia sentar e conversar, sem problemas. Posso falar com o Santos, mas eles precisam acertar primeiro com o Cruzeiro”, sinalizou.

Para Sérgio Irigoitia, apesar da resistência, os mineiros podem ceder às investidas do Santos ou de outra equipe do futebol brasileiro, casos de Fluminense e São Paulo, que também estão interessados na aquisição do atleta.

“Creio que, se hoje chega uma proposta de 10 milhões de euros (cerca de R$ 27 milhões), eles fecham negócio. É o que eu penso, como procurador do jogador”, comentou.

Entretanto, uma das exigências da Raposa seria receber por 100% dos direitos econômicos de Montillo, o que deixou a direção do Peixe desanimada. Dentro destas condições, o negócio seria inviável, na ótica dos dirigentes santistas.

Vale lembrar que o Cruzeiro detém 60% dos direitos do meia argentino, enquanto o Banco BMG e um grupo de empresários detém 20% cada dos direitos de Montillo. A ideia da cúpula alvinegra era comprar o percentual do time mineiro e negociar com as outras partes, individualmente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade