Futebol/Bastidores - ( )

Ao lado do ídolo Raí, Lucas planeja ajudar crianças carentes

São Paulo (SP)

Novamente junto de seu ídolo e exemplo Raí, o garoto Lucas participou de entrevista coletiva na noite desta segunda-feira para falar sobre a 9ª edição do Torneio Gol de Letra, organizado pela instituição de mesmo nome dirigida pelo ex-jogador. Depois de seguir os passos do Terror do Morumbi e se transferir para o Paris Saint-Germain, o garoto revelou se espelhar no craque para ajudar os necessitados.

"Sem dúvidas eu penso em um dia ter uma fundação. Hoje a Gol de Letra está muito bem representada pelo Raí e pelo Leonardo (dirigente do PSG), que são dois caras muito competentes. Eu confesso que não entendo nada da burocracia para lidar com essas coisas, mas tenho vontade de ajudar, dar oportunidades pros jovens, tirá-los do caminho errado. Isso não tem preço, nessas coisas que são para o bem eu estou sempre interessado", exaltou o meia-atacante.

Além de poder pedir mais conselhos para se dar bem no clube da capital francesa, Lucas aproveitou a estreita relação com Raí para garantir sua última partida dentro do Morumbi. Depois de ser o craque da final da Copa Sul-americana diante de mais de 67 mil torcedores, o camisa 7 se despediu de vez de ‘casa’ no amistoso entre a seleção do torneio contra os ‘Amigos de Raí’.

"Parece que tenho um ímã que me atrai para o Morumbi, porque tem algo que me aproxima desse estádio. O Raí me convidou e não pensei duas vezes antes de aceitar, e foi um pretexto para fazer mais um jogo no Morumbi, agora sim o meu último", comemorou.

Divulgação/São Paulo FC
Depois de concederem entrevista a uma revista francesa, Lucas e Raí voltaram a se encontrar

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade