Futebol/Copa Sul-americana - ( )

"Minha despedida vai ser com esse título", diz são-paulino Lucas

Tossiro Neto Guarulhos (SP)

Uma vitória separa Lucas do tão sonhado título pelo São Paulo, e ele só tem uma chance, já que a final da Copa Sul-americana, contra o Tigre, será sua última partida antes de deixar o clube. Mesmo sabendo do risco, o meia-atacante voltou da Argentina muito confiante.

"Minha despedida vai ser com esse título. Eu quero muito ser campeão e sair com o dever cumprido, recompensar a torcida", disse o camisa 7, novamente o jogador mais assediado da delegação no Aeroporto de Guarulhos.

A paciência com os fãs é uma forma de retribuir o apoio que recebe desde o início no profissional. Cada vez mais perto de se transferir para o Paris Saint-Germain e ficar longe do carinho da torcida, ele se conscientizou da necessidade de uma boa preparação para sair com o nome definitivamente marcado na história do clube.

“Vou me preparar muito para ter um jogo perfeito, porque vai ser o jogo da minha vida. Vou aproveitar ao máximo meus amigos, todo mundo no clube. Vai ser uma semana inesquecível”, falou Lucas, que terá também a última oportunidade de atuar ao lado de Paulo Henrique Ganso, contratado em setembro junto ao Santos.

"Brinquei com ele de que deveria ter vindo mais cedo. Faz tempo que eu o convido para jogar no São Paulo. O Ganso é um grande craque, uma pessoa bacana", concluiu o são-paulino, entre intermináveis flashes e autógrafos.

Ele e os demais companheiros de elenco se reapresentam na manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda. Os jogadores que viajaram à Argentina, no entanto, só devem voltar a trabalhar com bola no dia seguinte.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade