Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ney Franco revela palestra para reservas: "Jogam em qualquer time"

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A decisão do São Paulo de disputar o clássico contra o Corinthians somente com reservas foi tomada aproximadamente 24 horas antes da partida, de acordo com Ney Franco. Pouco depois disso, o treinador reuniu os jogadores e lhe passou confiança necessária para enfrentarem o time completo do rival alvinegro, no Pacaembu.

 "Falei que o clube também tem história no Pacaembu, que o campo é neutro e que jogaríamos na presença do nosso torcedor. Mostrei aos jogadores que eles podem atuar em qualquer equipe do futebol brasileiro e que tinham condição de vencer", contou o treinador, ao final da partida, que, de fato, foi vencida por 3 a 1.

Divulgada apenas pouco antes de a bola rolar, a escalação são-paulina surpreendeu porque, na sexta-feira, Ney Franco havia dito que pouparia apenas o zagueiro Rhodolfo e o volante Denilson da relação. No fim das contas, nenhum titular foi ao Pacaembu. Apenas reservas e garotos formados nas divisões de base seguiram para o clássico.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Formação são-paulina inicial não teve nenhum dos jogadores que vinham atuando ultimamente como titular
O favoritismo então passou todo para o Corinthians, campeão da Copa Libertadores e prestes a disputar o Mundial de Clubes. O que se viu, no entanto, foi um São Paulo aguerrido e, sob comando do ainda não pronto Paulo Henrique Ganso, capaz de vencer de virada, depois de sofrer o gol rapidamente, aos 12 minutos do primeiro tempo.

"Nossos jogadores entraram bem focados, com obediência tática e qualidade técnica. A vitória está muito em cima da entrega dos jogadores", avaliou Ney Franco, destacando o entrosamento da maioria por conta dos treinos no CT da Barra Funda.

Como o treinador palestrou na véspera, alguns jogadores podem mesmo atuar em outras equipes do futebol brasileiro. O atacante Willian José já foi inclusive liberado pela diretoria e deverá defender o Santos a partir de 2013. Antes disso, todos fazem parte do grupo que disputará a final da Copa Sul-americana, em dois jogos, contra o Tigre-ARG.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade