Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Tricolor põe Sul-americana como prioridade, mas não esquece rival

Gabriel Carneiro, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

O técnico Ney Franco não esconde de ninguém que o clássico deste domingo, contra o Corinthians, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, se torna uma partida secundária diante da possibilidade de conquistar o título da Copa Sul-americana nos dois próximos meios de semana. Mesmo tratando a competição continental como absoluta prioridade, o treinador escalará alguns titulares no clássico Majestoso.

Segundo o comandante tricolor, o time seria formado apenas por reservas se o adversário não fosse o Corinthians, que faz sua fase final de preparação para o Mundial de Clubes da Fifa e deve levar jogadores titulares para a partida no Pacaembu, como visitante. No entanto, em função do desgaste do grupo de jogadores, o trinador garante: se não fosse a última rodada do Brasileirão, seu time seria formado por suplentes.

“Se estivéssemos jogando contra outro time poderíamos fazer como foi contra a Ponte Preta (apenas reservas entraram em campo). Mas a tabela prevê que termina o Brasileiro e depois tem uma semana livre entre os dois confrontos da Sul-americana. Se tivesse outro jogo, independentemente do adversário, seria com time reserva, porque não haveria tempo hábil para recuperar e fechar a temporada sem ninguém no departamento médico”, disse Ney Franco, que ainda não definiu seus titulares.

Para o Majestoso, serão poupados Denílson e Rhodolfo, que sentem desconforto muscular, enquanto outros atletas serão avaliados pelo departamento físico e terão conversa com o técnico Ney Franco na manhã deste sábado, em treino com portões fechados no CT da Barra Funda.

“Quando você disputa duas competições simultaneamente em algum momento tem que priorizar. Ainda bem que chegamos em jogo um final contra o Corinthians com nossa classificação para a Libertadores definida. Se precisássemos vencer para conseguir a vaga e depois ainda ter as finais da Sul-americana complicava. Temos que cumprir tabela e coincidentemente o adversário é o Corinthians”, encerrou o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade