Stock Car/Corrida do Milhão - ( - Atualizado )

Cacá Bueno é pole na Corrida do Milhão e fica mais perto do penta

São Paulo (SP)

Líder da temporada, Cacá Bueno deu um importante passo rumo ao pentacampeonato da Stock Car. Neste sábado, o piloto da Red Bull completou sua volta rápido no circuito de Interlagos em 1min42s690 e conquistou a pole position da Corrida do Milhão, prova que fecha o ano na categoria.

Apesar do favoritismo natural por conta do tetracampeonato e da liderança da classificação geral da Stock, Cacá Bueno não havia liderado nenhuma sessão dos treinos livres da etapa até então.

A segunda colocação ficou com Allam Khodair, superado pelo piloto da Red Bull por apenas 0s03. Irmão de Cacá, Popó Bueno foi o terceiro. Os dois estão fora da briga pelo título.

Principal adversário de Cacá na luta pelo campeonato, Ricardo Maurício é o quarto, seguido por Daniel Serra, terceiro colocado na classificação. A sexta colocação é de Valdeno Brito, outro que briga pelo título. O piloto da WA Mattheis foi beneficiado pela punição dada a Ricardo Zonta, dono do sexto melhor tempo, que perdeu 15 posições no grid de largada por conta de acidente provocado na etapa de Brasília.

Melhor piloto convidado desde o treino fechado para os novatos da quinta-feira, Rubens Barrichello manteve o bom desempenho mostrado em praticamente todas as sessões livres e foi o sétimo. Sem repetir o companheiro de Fórmula Indy, Helio Castroneves, Raphael Matos e Tony Kanaan ficaram apenas com a 22ª, 23ª e 27ª colocações, respectivamente.

Disputada no autódromo de Interlagos, a Corrida do Milhão tem início programado para as 9h35 (de Brasília) deste domingo. A prova terá duração de 50 minutos, dez a mais que as etapas convencionais da Stock Car.

Bruno Terena/Divulgação
Cacá Bueno comemora a pole position que o deixa ainda mais perto do pentacampeonato na Stock Car
Confira o grid de largada da Corrida do Milhão:

1º - Cacá Bueno (Red Bull) – 1 min42s609
2º - Allam Khodair (Vogel) – 1min42s640
3º - Popó Bueno (Gramacho) – 1min42s717
4º - Ricardo Maurício (Eurofarma) – 1min42s768
5º - Daniel Serra (Red Bull) – 1min42s823
6º - Valdeno Brito (WA Mattheis) – 1min42s887
7º - Rubens Barrichello (Medley) – 1min43s179
8º - Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi) – 1min43s469
9º - Tuka Rocha (BMC) – 1min43s652
10º - Átila Abreu (AMG) – 1min42s688
11º - Galid Osman (BMC) – 1min42s708
12º - Ricardo Sperafico (Prati-Donaduzzi) – 1min42s731
13º - Denis Navarro (Vogel) – 1min42s889
14º - Vitor Meira (Officer ProGP) – 1min42s968
15º - Luciano Burti (Boettger) – 1min43s060
16º - Nonô Figueiredo (AMG) – 1min43s091
17º - Antonio Pizzonia (Nascar) – 1min43s096
18º - Diego Nunes (Hot Car) – 1min43s109
19º - David Muffato (Boettger) – 1min43s118
20º - Thiago Camilo (RMC) – 1min43s165
21º - Ricardo Zonta (Gramacho) – 1min42s886 (*)

23º - Hélio Castroneves (WA Mattheis) – 1min43s226
24º - Raphael Matos (Bassani) – 1min43s257
27º - Tony Kanaan (Bassani) – 1min43s390

Punido com a perda de 15 posições no grid de largada

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade