Tênis/Aberto de Israel - ( - Atualizado )

Após vitória em Israel, Peer não cumprimenta jovem compatriota

Tel Aviv (Israel)

Um episódio muito incomum no mundo do tênis foi o que se viu no Aberto de Israel. Shahar Peer, depois de derrotar a compatriota Deniz Khazaniuk por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/1, se recusou a cumprimentar a adversária.

Segundo a imprensa do país, Peer teria dito para a jovem tenista de 18 anos de idade que ela é “uma vergonha para o Estado de Israel".

Em entrevista ao jornal Maariv, Khazaniak criticou Shahar Peer e o restante do time israelense que representou a nação na Fed Cup.

“Ela é uma grande farsa. Durante a Fed Cup, Peer e Julia Glushko apenas me menosprezaram e criticaram. Elas me humilharam e não é dessa maneira que uma colega de equipe deve ser tratada”, declarou a jovem tenista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade