Tênis/Federer Tour - ( )

Federer elogia Bellucci e vê brasileiro perto do top-20 do ranking

André Sender São Paulo (SP)

Roger Federer foi surpreendido na primeira partida no Brasil de sua carreira. Em São Paulo, ele foi derrotado por 2 sets a 1 pelo brasileiro Thomaz Bellucci, em jogo de exibição na noite de quinta-feira, e deixou o Ginásio do Ibirapuera fazendo elogios ao tenista paulista, quem ele espera ver entre os 20 melhores do mundo em breve.

Bellucci, que havia perdido seus dois jogos anteriores contra Federer, venceu o duelo por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 3/6 e 6/4. O brasileiro chegou a ser o 21º colocado do ranking mundial em 2010, mas ocupa atualmente a 33ª posição da lista.

“Ele é um grande jogador, tem potencial para entrar no top-20. Ele consegue criar um jogo que funciona contra tenistas de vários estilos, embora dê para ver que ele seja bom no saibro pelo tipo de golpes que usa. Ele trabalha duro e isso costuma dar resultado, espero que funcione para ele”, avaliou Federer. “Se ele continuar assim, pode entrar no top-20 e se você é o 20º do mundo, qualquer dia pode ser o nono”, completou.

Apesar de o duelo desta quinta-feira ser uma partida de exibição, os dois tenistas demonstraram ritmo forte e buscaram a vitória, com poucas jogadas inusitadas e cenas descontraídas em comparação a outros jogos amistosos.

Mesmo derrotado em sua primeira aparição em frente aos fãs brasileiros, Federer negou ter ficado decepcionado com o resultado. O suíço disse que espera se apresentar melhor nas outras duas partidas que fará em São Paulo, mas encerra o dia de trabalho feliz pela atuação de Bellucci.

“Não tenho mais 17 anos, já viajei o mundo, joguei em todos os lugares. Quando era jovem, ficava muito desapontado quando perdia. Hoje, aceito. É a vida. Enquanto eu fizer meu máximo e jogar bem, não saio mal. Nesse estágio da minha carreira, fico feliz por ele. Não estou nem 1% triste, estou feliz de jogar na frente dos fãs brasileiros”, disse o atleta de 31 anos, dono de 17 títulos de Grand Slam.

Federer ainda tem duas chances de vencer diante da torcida brasileira na série de exibições no Ginásio do Ibirapuera. No sábado, ele enfrenta o francês Jo-Wilfried Tsonga. No domingo, é a vez do suíço medir forças com o alemão Tommy Haas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade