Tênis/Federer Tour - ( )

Número 1 do Brasil, Bellucci estranha crítica de Vampeta ao tênis

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Atual melhor representante do Brasil no ranking mundial, Thomaz Bellucci estranhou a crítica do ex-jogador de futebol Vampeta ao tênis. Em tom de menosprezo, o antigo volante, um dos maiores ídolos corintianos, afirmou que a modalidade “é esporte de bambi” .

“É estranho uma pessoa que alcançou o nível que ele alcançou não valorizar um atleta de outro esporte. Ele foi um grande jogador de futebol e valorizo qualquer atleta que chega a um nível tão alto como o dele”, disse Bellucci, atual 33º do mundo, após perder do francês Jo-Wilfried Tsonga em jogo festivo disputado nesta sexta-feira, pelo Federer Tour.

A declaração de Vampeta foi motivada pela intervenção de um corintiano durante o jogo de Bellucci contra Roger Federer, na quinta-feira. Nas arquibancadas, o torcedor gritou “Vai, Corinthians!” quando o suíço se preparava para sacar e levou uma vaia dos demais espectadores da partida.

Em um programa esportivo da TV Bandeirantes, Vampeta usou o termo “bambi”, popularizado por ele para insultar os são-paulinos, para defender o torcedor de seu ex-clube. Bellucci evitou maiores críticas ao ex-jogador de futebol, mas não conseguiu esconder sua insatisfação.

“Todo mundo fala isso, não é só ele. Tem que respeitar, cada um tem a sua opinião. Eu respeito todos os esportes. Para qualquer atleta de qualquer modalidade não é fácil estar dentro da quadra. Exige muita motivação e sacrifício. As pessoas às vezes não valorizam isso”, declarou.

Com passagens por clubes como PSV-HOL, Inter-ITA, Flamengo e Fluminense, além do Corinthians, Vampeta participou da conquista do pentacampeonato mundial em 2002 com a Seleção Brasileira. O palmeirense Thomaz Bellucci, por sua vez, já alcançou a 21ª colocação do ranking da ATP, posição superada apenas por Gustavo Kuerten.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade