Tênis/Federer Tour - ( - Atualizado )

Organização compara Federer a Madonna e vê ingresso justo a R$ 500

André Sender São Paulo (SP)

O suíço Roger Federer e outras estrelas do tênis mundial estão em São Paulo para uma série de exibições no Ginásio do Ibirapuera esta semana, mas quem quiser acompanhar as partidas terá que abrir o bolso. O ingresso mais barato para um dia do torneio, com dois jogos, sai por R$ 500, preço considerado razoável pela organização, que trata o Federer Tour como um evento de entretenimento semelhante a shows de artistas pop internacionais.

Roger Federer é o principal nome a entrar em quadra no Ginásio do Ibirapuera, mas o evento também conta com o francês Jo-Wilfried Tsonga, oitavo colocado do ranking mundial, e os irmãos norte-americanos Mike e Bob Bryan, considerados os melhores jogadores de duplas da história, e os brasileiros Thomaz Bellucci, Marcelo Melo e Bruno Soares.

Entre as mulheres, a escalação de jogadoras é ainda mais estrelada: Victoria Azarenka, Maria Sharapova, Serena Williams, três primeiras colocadas do ranking mundial, respectivamente, e Caroline Wozniacki, ex-líder da lista da WTA e atual décima colocada.

“O nível de evento que a gente está apresentando, se você vir as estrelas que estão aqui, você tem que ir ver quanto custa o show do Madonna, quanto custa um outro show desses. É mais ou menos esse o preço para que a conta possa bater. Os ingressos não são baratos porque o evento é caro”, afirmou Luis Felipe Tavares, presidente da Koch Tavares, agência que organiza o Federer Tour.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Federer tem 17 títulos de Grand Slam e joga pela primeira vez na carreira diante da torcida brasileira

A estrela pop citada pelo empresário se apresentou em São Paulo duas vezes esta semana no Estádio do Morumbi, com ingressos entre R$ 170 e R$ 850 (valor da inteira). Assim como ocorreu no show de Lady Gaga no mesmo local no início de novembro, houve baixa procura por entradas e os organizadores realizaram promoções para estimular a venda dos bilhetes.

No Federer Tour, o primeiro lote de ingressos para cadeira superior foi vendido com preço promocional de R$ 350 e rapidamente esgotado. Os bilhetes para as cadeiras inferiores do Ginásio do Ibirapuera não entraram em promoções e são vendidos por R$ 990 na bilheteria da arena paulistana.

O sábado, dia em que Serena Williams enfrenta Victoria Azarenka e Roger Federer pega Jo-Wilfried Tsonga, é o que gera mais procura por ingressos.

Com custo estimado em R$ 20 milhões, o Federer Tour teve início na noite desta quinta-feira, com a vitória dos irmãos Mike e Bob Bryan sobre os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares, ainda com boa parte dos assentos do Ginásio do Ibirapuera vazios. Quando Federer entrou em quadra para enfrentar Thomaz Bellucci, às 21h30 (de Brasília), sobraram poucos lugares desocupados.

“Não gosto de ver lugares vazios, mas sei quantas pessoas gostariam de estar aqui e não puderam por algum motivo, como o trânsito e a chuva. Isso acontece em todos os grandes torneios, sempre há alguns lugares vazios. Aconteceu nas Olimpíadas, às vezes as pessoas não conseguem vir”, avaliou o próprio tenista.

O Federer Tour segue no Ibirapuera até domingo com duas partidas de exibição por dia. Após as apresentações em São Paulo, a comitiva de estrelas do esporte segue para Buenos Aires, onde joga já na próxima semana.

AFP
Estrela do pop internacional, Madonna se apresentou em São Paulo e ingressos encalharam

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade