Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Chegada de René Simões pode começar a 'clarear' diretoria vascaína

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Parado desde o término do Campeonato Brasileiro por conta de problemas financeiros e pela falta de comando no futebol, já que Daniel Freitas, que estava na diretoria, sabia que não permaneceria no setor, o Vasco deverá começar a clarear a situação do seu elenco com a chegada de René Simões, que começou a trabalhar nesta quarta-feira, um dia depois de ser anunciado oficialmente como novo diretor executivo do futebol do clube.

O novo dirigente já se reuniu com Ricardo Gomes, diretor técnico, e com Mauro Galvão, que cuida das categorias de base, para tratar do futuro. O técnico Gaúcho também já foi ouvido e informou as posições que considera carente no elenco. Além de um meia, o Cruz-maltino planeja contratar até janeiro um lateral esquerdo e um atacante. Um lateral direito também é necessidade, mas o Vasco dá como certa a chegada de Elsinho, que vinha se destacando pelo Figueirense.

Marcelo Sadio/vasco.com.br
René Simões (à esquerda) pode começar a amenizar a má fase da diretoria do Vasco da Gama
A dispensa do volante Eduardo Costa, anunciada na terça-feira, abriu a porteira para novos anúncios. Não ficarão no próximo ano o zagueiro Fabrício, o lateral esquerdo William Matheus, o meia Diego Rosa e o atacante Pipico, todos com contrato até 31 de dezembro. Outro jogador que provavelmente vai sair, embora não tenha contrato até 2012, é o meia argentino Leandro Chaparro, com vínculo até fevereiro de 2013. O apoiador não faz parte dos planos da comissão técnica, mas como tem mercado na América do Sul, pode ser negociado ou envolvido em alguma transação que resulte em reforços para o clube.

Nos próximos dias, além de definir dispensados e negociáveis, o Vasco vai tentar solucionar algumas pendências importantes, como a renovação de contrato do meia Juninho Pernambucano. O jogador, que tem uma proposta oficial do Atlético-MG, deseja permanecer na Colina, mas está preocupado com os constantes problemas financeiros do Cruz-maltino, que gera atrasos salariais dos jogadores, membros da comissão técnica e demais funcionários. Nas redes sociais, os torcedores estão se mobilizando para garantir que o presidente Roberto Dinamite não permita que o atleta deixe São Januário. Porém, uma proposta dos Estados Unidos estaria balançando o jogador.

A ideia da comissão técnica é contar com o elenco definido nos primeiros dias de janeiro, porém esta possibilidade é vista com desconfiança dentro do próprio clube, por conta dos problemas financeiros. A estreia na Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual, está prevista para o dia 19 de janeiro, contra o Boavista, em Volta Redonda (RJ).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade