Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Vasco ainda não sabe se vai contratar goleiro para o lugar de Prass

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Vasco foi surpreendida na tarde de segunda-feira com a informação de que o goleiro Fernando Prass conseguiu a rescisão de seu contrato de maneira unilateral na CBF, e deixou o clube, provavelmente rumo ao Palmeiras, onde disputará a Copa Libertadores e a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador já tinha comunicado ao diretor executivo do Cruz-maltino, René Simões, que tinha uma proposta do Palmeiras e ouviu do dirigente que eles se reuniriam no meio da semana, algo que o arqueiro não quis aguardar.

A realidade é que o Vasco perdeu o titular de seu gol nos últimos quatro anos. Desde 2009, quando assumiu a responsabilidade de defender as traves vascaínas na Série B do Campeonato Brasileiro, Fernando Prass não perdeu a condição de titular, tendo participado de quase todos os jogos do time de lá para cá. Portanto, os dirigentes vascaínos agora vão se reunir para saber qual providência tomar.

“O Fernando Prass é um grande goleiro, foi nosso titular nos últimos anos e a gente não esperava essa rescisão de contrato. Agora, vamos nos reunir para ver o que fazer nesta posição. Temos o Alessandro, que é um bom jogador, mas também podemos ir ao mercado procurar soluções. Porém, não podemos ficar antecipando nada, pois não há nada resolvido ainda”, disse o diretor técnico Ricardo Gomes.

Alessandro ganhou nos últimos anos o rótulo de eterno reserva do Vasco. Na temporada de 2012 ele atuou apenas em três partidas como titular, sendo duas pelo Campeonato Carioca e uma pelo Campeonato Brasileiro - justamente a vitória de 2 a 1 sobre o Fluminense, pela última rodada. Naquela ocasião Fernando Prass ficou de fora para curar uma bursite no braço direito.

“Venho trabalhando sempre com o objetivo de mostrar que tenho condições de ser titular do Vasco. Respeito muito todos os meus companheiros e sempre respeitei a condição de titular do Fernando Prass, que é um grande goleiro, além de muito experiente. Mas sempre vou pensar em um dia ser o dono da posição, pois esse é o desejo de qualquer profissional”, disse Alessandro.

ALTERNATIVAS

Além de Alessandro, o Vasco conta ainda com Diogo Silva para o gol, mas ele é visto como uma opção ainda longe da ideal para assumir a condição de titular. Outro arqueiro que faz parte do elenco, mas somente até 31 de dezembro, é Tiago, de 29 anos, contratado em 2009 junto à Portuguesa, onde ganhou fama de artilheiro por cobrar pênaltis e faltas. O jogador vem desde a semana passada negociando uma transferência para defender o Ceará na Série B do Campeonato Brasileiro. Em um primeiro momento o Vasco não criou dificuldades, pois contava com Fernando Prass. Porém, sem ele, Tiago pode voltar a ser uma opção e receber uma proposta para permanecer na Colina.

Caso vá ao mercado em busca de um goleiro, a ideia do Cruz-maltino é procurar um jogador que seja dono dos próprios direitos federativos ou que venha com pouco custo. Um nome que é visto com bons olhos é o de Dida, que defendeu a Portuguesa no Campeonato Brasileiro e que não sabe se vai permanecer.

Outra possibilidade é buscar um reserva com status de titular. Na noite de segunda-feira, uma pessoa ligada à diretoria do Vasco telefonou para um dirigente do Botafogo para saber a viabilidade de se liberar Renan, que vem ficando na reserva de Jéfferson e gostaria de ser titular em outro clube. A ideia era o jogador ser contratado por empréstimo de um ano, com o Cruz-maltino cedendo algum jogador ao Glorioso. Caso a situação evolua, é possível que o Botafogo entregue uma lista ao Vasco com nomes que interessam, que seria encabeçada por Eder Luis.

REAPRESENTAÇÂO

Certo é que o elenco vai se reapresentar em 3 de janeiro, provavelmente muito reduzido. A pré-temporada acontecerá em Pinheiral (RJ) e a estreia na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, será no dia 19 de janeiro, diante do Boavista, às 19h30(de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O Vasco não ganha o título estadual desde 2003, quando foi campeão superando o Fluminense na grande decisão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade