Vôlei/Bastidores - ( - Atualizado )

Prata em Londres, Wallace exalta ano de 2012: "Melhor da carreira"

Belo Horizonte (MG)

Campeão da Superliga, tricampeão mineiro, campeão Sul-americano, vice-campeão Mundial com o Sada Cruzeiro e vice-campeão olímpico com a Seleção Brasileira, o oposto Wallace Souza analisou a temporada de 2012. Após tantos títulos, para ele, o ano foi quase perfeito.

“Posso dizer que 2012 foi muito bom, o melhor ano da minha carreira até aqui. O balanço desse ano foi mais do que positivo, foi quase perfeito", exaltou o jogador, que ficou com a prata nos Jogos Olímpicos, se firmando na Seleção Brasileira.

Mauricio Kaye/Divulgação CBV
Melhor atacante da Superliga, Wallace foi prata nas Olimpíadas
"Tive a oportunidade de estar com a seleção, adquirir experiência com um grupo tão forte, isso me deixou mais a vontade de querer mais sempre. Depois, as olimpíadas, que acredito que foi o campeonato mais importante da minha vida até aqui, fiquei muito empolgado com essa chance", comentou.

Além da contribuição à campanha olímpica brasileira, Wallace se destacou na Superliga, sendo eleito o melhor atacante da competição. Na Liga Mundial, foi o maior pontuador do Brasil na fase de classificação e, no Mundial de Clubes, foi eleito o dono do melhor saque do torneio.

Falando sobre sua temporada no Cruzeiro, Wallace lembrou do título inédito na Superliga. "Começando pelo título nacional inédito para o Sada, foi incrível o que conseguimos produzir dentro de quadra na Superliga passada, agradeço cada um dos meus companheiros por aquela conquista incrível", afirmou.

O oposto também comentou sobre o vice-campeoanto mundial da equipe. "Fomos para o Sul-americano, conquistando o título e a oportunidade de jogar o Mundial. Somos o segundo melhor time do Mundo e isso me deixa muito orgulhoso do meu grupo", finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade