Vôlei/Superliga masculina - ( - Atualizado )

RJX derrota Vivo/Minas e segue na liderança da Superliga masculina

Rio de Janeiro (RJ)

Em seu retorno ao ginásio Maracanãzinho, o RJX não decepcionou a torcida da casa e, na noite desta quinta-feira, derrotou o Vivo/Minas pelo placar de 3 sets a 1. O jogo terminou com parciais de 25/22, 25/18, 21/25 e 25/20.

Com o resultado positivo, o RJX segue com campanha praticamente impecável na Superliga masculina e ocupa a liderança, com 21 pontos (sete vitórias e uma derrota). Já o Vivo/Minas segue tendo altos e baixos e soma quatro vitórias e quatro derrotas, ocupando a parte intermediária da tabela, com dez pontos.

O principal pontuador do RJX foi o oposto Theo, que saiu de quadra com 20 pontos. Apesar disso, Dante, também do time carioca, ficou com o troféu VivaVôlei, destinado ao melhor jogador em quadra. Do lado do Vivo/Minas, o atleta que mais pontuou foi o ponteiro Lucarelli, que terminou o confronto com 16 pontos.

Dante, eleito melhor em quadra, elogiou a presença do torcedor no Maracanãzinho. “Estávamos sentindo falta de jogar aqui e sentir o apoio dessa galera. Quero agradecer a presença e convocar ainda mais público para o jogo deste sábado”, disse.

O jogador também se mostrou muito feliz por ter ganhado o prêmio de melhor do jogo. "Ainda não estou 100%, mas estou quase lá. Fiquei muito tempo sem jogar, me recuperando de uma lesão no joelho esquerdo e, depois disso, voltar a atuar na nossa casa e ainda receber o troféu VivaVôlei é sensacional", afirmou Dante.

Enquanto o Vivo/Minas busca a reabilitação às 19h do sábado, contra o UFJF, em Juiz de Fora (MG), o RJX faz duelo de líderes contra o Sada Cruzeiro, às 21h30, novamente no Maracanãzinho.

E também na noite desta quinta-feira, o Sada Cruzeiro, atual campeão da Superliga, derrotou o UFJF pelo placar de 3 sets a 0, fechando o duelo com parciais de 25/19, 25/18 e 25/20.

Com o triunfo obtido fora de casa, o time de Contagem (MG) soma 20 pontos (sete vitórias e uma derrota) e fica na vice-liderança. Já o UFJF segue sendo a pior equipe da competição, com somente cinco pontos somados (uma vitória e sete derrotas).

O oposto Wallace do Sada Cruzeiro, foi o maior pontuador da partida, saindo de quadra com 14 pontos. Apesar disso, o atleta que foi eleito o melhor em quadra foi o central Douglas, que levou para casa o troféu VivaVôlei.

“Eu esperava mais dificuldades nesta partida, mas conseguimos impor bem nosso ritmo de jogo e era isso o que precisávamos. Fizemos o que foi treinado durante a semana e isso facilitou”, disse Wallace. “Tento ajudar o time da melhor forma possível, mas o mais importante é a equipe ganhar, independente de quantos pontos faço. Agora vamos ter um jogo muito difícil contra o RJX. Vai ser a disputa pela liderança. Vamos fazer de tudo para sair com a vitória. O segredo vai ser jogar em cima dos pontos fracos deles”, finalizou o oposto.

Alexandre Arruda/CBV
Dante (d), do RJX, foi eleito o melhor em quadra e elogiou a presença do torcedor no Maracanãzinho

Confira todos os resultados da oitava rodada da Superliga masculina:

Quinta-feira:

RJX 3 x 1 Vivo/Minas (parciais de 25/22, 25/18, 21/25 e 25/20)
UFJF 0 X 3 Sada Cruzeiro (parciais de 19/25, 18/25 e 20/25)
Sesi 3 x 0 Canoas (parciais de 25/22, 25/22 e 27/25)
Vôlei Futuro 3 x 1 Funvic/Midia Fone (parciais de 25/22, 25/21, 26/28 e 28/26)
Super Imperatriz Vôlei 3 x 2 São Bernardo Vôlei (parciais de 35/33, 21/25, 22/25, 25/23 e 15/12)

Terça-feira – 18 de dezembro:

Medley/Campinas 3 x 2 Volta Redonda (parciais de 25/20, 25/20, 22/25, 20/25 e 15/12)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade