Vôlei/Superliga - ( - Atualizado )

Times do Rio voltam ao Maracanãzinho na oitava rodada da Superliga

Rio de Janeiro (RJ)

A oitava rodada da Superliga será marcante para os times de vôlei do Rio de Janeiro. Principal ginásio da capital fluminense, o Maracanãzinho irá receber as partidas de RJX e Unilever, equipes representantes da cidade no nacional.

Líder na competição masculina, o RJX entra em quadra antes do Unilever. Enfrentando o Vivo Minas às 21h (de Brasília) desta quinta, a equipe tenta se recuperar da primeira derrota na Superliga diante da sua torcida.

“Eu não poderia estar mais motivado. Jogar com um Maracanãzinho lotado fascina qualquer atleta e, para mim, vai ser especial após tantos anos morando fora do Rio”, relata o levantador Bruninho.

Maurício Val/VIPCOMM
Um dos principais ginásios do país, Maracanãzinho volta a receber partidas da Superliga nesta semana
Já a Unilever encara o Sesi-SP às 21h (de Brasília) de sexta-feira de olho na liderança do feminino. Caso vença a equipe paulistana, as cariocas torcem por tropeços de Sollys/Nestlé e Vôlei Amil, que tem os seus mesmos 17 pontos na tabela de classificação mas levam vantagem nos critérios de desempate.

"Quem for ao jogo, certamente verá um grande espetáculo, que encerra o ano para as duas equipes. E ambas vão em busca de um resultado favorável", garante a líbero Fabi.

Enquanto o RJX vinham mandando os seus jogos no modesto ginásio da AABB, a Unilever fez do ginásio do Tijuca Tênis Clube a sua casa, até o momento. A expectativa é que o Maracanãzinho, com capacidade para 11.800 pessoas, esteja lotado para ambas as partidas.

Na última temporada, por exemplo, o RJX teve a melhor média de público da Superliga assim que passou a jogar no tradicional ginásio, levando média de 3.281 torcedores por partida. Além disso, a equipe registrou o maior público da competição, quando 11.800 apoiaram-no na semifinal contra o Vôlei Futuro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade