Atletismo - ( )

CBAt convoca caminhada contra destruição do estádio Célio de Barros

Rio de Janeiro (RJ)

Em comunicado divulgado no site oficial da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), a entidade convida os amantes do atletismo e os cidadãos do Rio de Janeiro para uma caminhada de protesto contra a derrubada do Estádio Célio de Barros, que a CBAt intitula como “um dos templos do atletismo nacional”. O evento vai ser realizado no domingo, dia 13 de janeiro, às 8 horas (de Brasília), com a largada sendo em frente ao estádio.

No texto, a CBAt destaca que os atletas não têm, atualmente, um local para treinar de forma adequada na cidade que vai receber os Jogos Olímpicos de 2016. No comunicado, a entidade também diz que há tempos que ela alerta as autoridades sobre a necessidade de disponibilizar outro local com estrutura semelhante para que os esportistas treinem antes que a destruição do Célio de Barros seja concretizada e para que a preparação olímpica desses mesmos atletas não seja prejudicada.

Frisando a importância do estádio, a Confederação diz que “o Célio de Barros é parte importante da nossa história atlética” e que “no Complexo do Maracanã, onde ele se situa, grandes eventos nacionais e internacionais foram disputados”.

Confira o comunicado completo da CBAt:

“Muito já se falou e ainda se falará do Estádio Célio de Barros, um dos templos do Atletismo nacional, no Rio de Janeiro. Isso não será, talvez, suficiente para que o Governo do Estado do Rio reveja sua decisão de demolir uma das mais tradicionais praças esportivas do País. Assim, na cidade que será a sede dos Jogos de 2016, os atletas do mais importante dos esportes olímpicos já não têm um espaço adequado para treinar.

Os prejuízos na preparação dos atletas para os próximos Jogos Olímpicos são enormes. O trabalho dos técnicos sofrerá com a falta de um espaço para prosseguir os treinamentos. Os atletas de Atletismo, que estão entre os que mais conquistas já deram ao Brasil, são também os que, em maior número, vêm das camadas mais humildes da população. E serão eles os maiores prejudicados com o fim do Estádio.

Há tempos que a Confederação Brasileira de Atletismo alerta as autoridades para o fato de que a cidade olímpica do Rio de Janeiro não poderia dispor do Estádio Célio de Barros, sem que antes uma praça esportiva de semelhantes condições estivesse à disposição do Atletismo carioca. No entanto, vimos na imprensa, que o Estádio já está lacrado e os atletas não têm mais seu espaço de trabalho.

O Estádio Célio Barros é parte importante de nossa história atlética. Ali, no Complexo do Maracanã, onde ele se situa, grandes eventos nacionais e internacionais foram disputados. Suas arquibancadas, lotadas, viram brilhar nomes como Joaquim Cruz, Maurren Maggi, Fabiana Murer, José Luiz Barbosa, Robson Caetano da Silva, Arnaldo de Oliveira Silva, Claudinei Quirino e tantos outros que engrandeceram o esporte brasileiro.

O Troféu Brasil de Atletismo, principal evento do esporte-base nacional, teve inúmeras edições levadas no "Célio de Barros". Assim como Campeonatos Ibero-Americanos e Sul-Americanos. Além do Grande Prêmio Brasil, que trouxe ao Rio de Janeiro campeões olímpicos e recordistas mundiais, como Sergey Bubka, Mike Powell e Michael Johnson, entre tantos outros.

Insistimos em que, se o Governo do Rio não desistir da demolição deste valioso patrimônio esportivo, deve erguer nova praça atlética, para que os prejuízos sofridos pelos atletas cariocas e brasileiros não prejudiquem de forma definitiva a preparação para o Rio 2016.

Entretanto, crendo ainda em uma mudança de posição dos governantes do Rio de Janeiro sobre o assunto, conclamamos todos os amantes do Atletismo e do desporto em geral, assim como os defensores das tradições da Cidade Maravilhosa, para participar da caminhada épica em defesa desse patrimônio histórico, a realizar-se no próximo domingo, dia 13 de janeiro, a partir das 08 horas, a ser iniciada na frente do Célio de Barros”

Roberto Gesta de Melo
Presidente da CBAt

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade