Basquete/NBA - ( - Atualizado )

Knicks adotam microfones em ginásio para proteger Carmelo

Nova York (EUA)

O New York Knicks tomou uma medida polêmica para proteger o astro Carmelo Anthony de confusões em partidas da NBA. O clube colocou técnicos de som nas arquibancadas com microfones apontados para a quadra para captar conversas entre os jogadores e gravar supostas provocações a seu atleta.

A medida foi adotada após Carmelo ser suspenso por uma briga com Kevin Garnett, astro do Boston Celtics. O jogador dos Knicks se irritou com o adversário e após xingamentos na saída de quadra esperou o pivô ao lado do ônibus dos Celtics para tirar mais satisfações. O atleta da franquia de Nova York afirmou que durante o jogo o rival “disse o que não se diz a nenhum homem”.

Carmelo Anthony foi suspenso por um jogo pela situação e Garnett não sofreu punição, o que motivou a diretoria dos Knicks a contratar técnicos de som para gravar as conversas ocorridas entre os atletas no jogo.

A medida, considerada legal pela NBA, já tem causado reclamações dentro da liga norte-americana. Dirigentes e técnicos não gostaram da invasão de privacidade e temem que as gravações possam ser utilizadas pelos Knicks para obter informações táticas sobre os adversários.

A franquia de Nova York já utilizou seus técnicos de som em duas partidas da última semana contra o Chicago Bulls e o New Orleans Hornets no Madison Square Garden.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade