Ciclismo/Bastidores - ( )

Armstrong cogita assumir doping para retornar a competições

Nova Iorque (Estados Unidos)

Banido de competições esportivas após comprovação de esquema de doping, o ciclista Lance Armstrong cogita assumir à Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) o uso de substâncias proibidas desmascarado em dossiê de mais de mil páginas, em agosto de 2012. É o que diz o jornal americano The New York Times.

A intenção de Armstrong é diminuir a punição dada pela entidade, que além de retirar os seus títulos, incluindo o heptacampeonato da Volta da França, o impede de atuar em qualquer evento esportivo.

Com isso, o norte-americano tentaria disputar competições de triatlo e corrida, deixando de lado a modalidade em que obteve sucesso e foi posteriormente punido por uso de doping. Além disso, Armstrong tem como objetivo restaurar a sua imagem e a credibilidade da Livestrong, fundação criada por ele em 1997 com o objetivo de ajudar pessoas com câncer, doença que teve nos testículos e conseguiu curar-se.

AFP
Armstrong deve revelar todo o esquema de doping para não prejudicar atividades de entidade de combate ao câncer
Desde a divulgação do escândalo, taxado pela Usada como o maior esquema de doping de todos os tempos, a fundação tem perdido apoio financeiro e político, o que tem comprometido as suas atividades.

De acordo com especialistas em justiça desportiva entrevistados pelo jornal, a pena de Armstrong após a confissão pode baixar para um período entre quatro e oito anos. Para isso, o ciclista terá que apresentar detalhes de como cometia as infrações, quais eram os envolvidos e como o esquema foi mantido em segredo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade