Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Com a 10 do Rei no Santos, Montillo evita comparar Pelé e Maradona

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Principal reforço do Santos para a temporada 2013, o meia Montillo irá vestir a camisa mais tradicional do clube da Vila Belmiro: a número 10, que foi imortalizada pelo Rei Pelé. Apesar disso, o argentino foi político em suas declarações e evitou dizer qual foi o melhor jogador de futebol de todos os tempos, na sua opinião: Pelé ou o compatriota Maradona.

“O Pelé foi o melhor na época dele e o Maradona na sua. Simples assim. Da mesma forma que, nesse momento, o melhor é Messi”, disse Montillo, antes de elogiar a história de ambos no futebol.

“São dois gênios. O Pelé fez mais de 1000 gols e o Maradona nos deu uma Copa (do Mundo, em 1986), o que me deixa muito feliz, como argentino. São dois gênios da bola e ninguém vai tirar o brilho das coisas que eles fizeram dentro de campo”, comentou.

Já sobre a pressão por usar a camisa 10 santista, Montillo se mostrou tranquilo em relação à cobrança de vestir o manto consagrado pelo Rei do Futebol. “A pressão será muito grande. Não só por eu vestir a camisa 10, mas também por jogar ao lado do melhor (atleta) do Brasil na atualidade, o Neymar. E também porque o Santos tem uma história muito grande e precisa vencer, lutar sempre por títulos”, encerrou.

Contratado por 6 milhões de euros (R$ 16 milhões) – por 60% dos seus direitos econômicos –, junto ao Cruzeiro, em negociação que incluiu a ida do volante Henrique para a Raposa, Montillo irá realizar a sua estreia pelo time alvinegro diante do Grêmio-SP, em amistoso marcado para a noite desta quarta-feira, no Pacaembu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade