Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Diretoria do Criciúma apresenta Tartá e ex-palmeirense Elson

Criciúma (SC)

A diretoria do Criciúma apresentou nesta segunda-feira dois reforços com passagens por grandes clubes para a temporada de 2013. Com características semelhantes às de Lucca, que se transferiu para o Cruzeiro, o veloz Tartá, revelado pelo Fluminense, chega ao Heriberto Hulse após passagem pelo Vitória. Já o meia Elson, que atuou por Palmeiras e Cruzeiro, é o nome para substituir Kléber.

Grande aposta das categorias de base, Tartá não conseguiu se firmar nos profissionais do Tricolor das Laranjeiras e acabou emprestado para o Vitória na temporada passada. Apesar do nome, o meia não conseguiu manter a regularidade na campanha do acesso do Leão da Barra e agora chega ao clube catarinense por empréstimo de um ano.

Prometendo se adaptar ao esquema de Paulo Comelli, o novo reforço aproveitou para mostrar sua admiração pelos torcedores do Tigre. “Joguei contra e senti a força da torcida. Vou trabalhar bastante para ter minha chance, pois é o Comelli quem vai optar pela melhor opção para jogar ao lado do Zé Carlos. Joguei por muito tempo pelas pontas, mas joguei mais de meia no Vitória”, afirmou o jogador de 23 anos.

Divulgação/Criciúma E. C.
Tartá ganha nova oportunidade na Série A do Brasileirão e quer ocupar o posto de ídolo do meia Lucca
Mais experiente, Elson retorna ao futebol brasileiro após quase quatro anos no exterior. Revelado pelo Vitória, o jogador passou pelo Ituano-SP antes de chegar ao Palmeiras e fazer parte da campanha vitoriosa do clube na Série B de 2003. Destaque da equipe, foi contratado pelo Stuttgart-ALE, mas não conseguiu se firmar e acabou emprestado para Ponte Preta, Cruzeiro e Goiás.

Após mais duas temporadas no time alvirrubro, permaneceu na Alemanha, mas no Hannover 96, até chegar ao Rostov-RUS. De volta ao Brasil, o meio campista paraense de 31 anos. “Minha família não se adaptou à Rússia devido ao clima. No final de julho rescindi meu contrato, mas a janela internacional estava fechada e fiquei sem jogar. Trabalhei com um personal neste período e acho que chego em uma condição física boa”, garante Elson.

Sem conseguir renovar o empréstimo do meia Kléber, que foi emprestado pelo São Caetano ao São Bernardo, a diretoria aposta em Elson para comandar a armação de jogadas até maio de 2013. E o jogador resolveu apresentar suas características para a torcida: “Jogo na frente e também sendo mais defensivo. Espero ajudar da melhor forma possível.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade