Futebol/Bastidores - ( )

Jadson exalta rápido entrosamento com Ganso, mas projeta melhora

Estevão Taiar, especial para a Ge.Net São Paulo (SP)

Para a maioria dos jogadores, ter como companheiro de clube e de posição um atleta que integra a lista dos jogadores mais promissores da atualidade poderia ser um problema. Mas não foi assim que Jadson encarou sua primeira partida com Paulo Henrique Ganso de titular – a dupla foi a responsável pela armação das jogadas durante a vitória são-paulina por 2 a 0 sobre o Mirassol, no último sábado.

“Atuar ao lado do Ganso é sempre bom. Fizemos algumas tabelas, um ajudou o outro na movimentação, trocamos posições, trabalhando a bola”, disse Jadson nesta segunda-feira, em entrevista coletiva no Centro de Formação de Atletas de Cotia, onde o São Paulo se concentra para a partida da próxima quarta contra o Bolívar.

Entretanto, ainda que tenha considerado essa primeira experiência com outro meia satisfatória, Jadson afirmou que o rendimento da dupla tem as condições necessárias para subir de patamar.

“Com o entrosamento, a gente tem tudo para se entender melhor. (...) Estou aqui para ajudar. Me sinto bem, falta um pouco de ritmo de jogo, mas isso todos os jogadores sentem”, explicou.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Para Jadson (foto), a melhora no entrosamento com Paulo Henrique Ganso é questão de tempo
Com a entrada de Ganso na equipe principal, Jadson foi deslocado neste início de temporada para o lado direito do meio-campo tricolor, assumindo uma função semelhante à exercida por Lucas na reta final de 2012. Ao longo do ano passado, atuando como único armador, o meia marcou dez gols e foi o maior garçom do time, sendo responsável por 17 assistências. A dupla com Paulo Henrique deve ser reeditada às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no jogo contra o Bolívar, válido pela pré-Libertadores, no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade