Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Jefferson compra briga de Oswaldo e pede para Loco "viver sua vida"

Rio de Janeiro (RJ)

A polêmica gerada pelos comentários do uruguaio Loco Abreu em relação ao técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, continua gerando repercussão. Após vaias da torcida e gritos do nome do atacante no empate por 0 a 0 com o Bangu, o goleiro Jefferson saiu em defesa do comandante alvinegro.

“Ele (Oswaldo de Oliveira) está se doando ao clube, recebeu propostas e não saiu por acreditar no projeto da diretoria. Vamos respeitar o Loco, mas precisamos valorizar o Oswaldo e virar a página”, afirmou, em entrevista à Rádio Brasil.

O problema foi gerado por declarações de Logo Abreu, que vai defender o uruguaio Nacional nesta temporada. Em Montevidéu, o centroavante elegeu Oswaldo como o único culpado de sua saída do Botafogo, garantindo que desejava permanecer. Sobre a questão, Jefferson pediu que o uruguaio viva a sua vida.

“Não tem isso de escolher um ou outro. O Loco é um cara com liderança e personalidade, que tem de viver a vida dele e não jogar piada na imprensa ou isso ou aquilo. Não estou aqui para ficar do lado nem do Loco nem do Oswaldo, ambos são profissionais que temos de respeitar”, declarou.

O arqueiro também se mostrou chateado com a atitude da torcida na última partida botafoguense. “Posso responder por mim. Isso é triste. Entendemos a postura dos torcedores, mas sabemos que eles agem com paixão. O Loco fez muito pelo Botafogo, ficou marcado pela cavadinha e pela personalidade, pela liderança que exercia, mas acho que todos precisamos virar essa página, até porque o Oswaldo é um grande profissional”, finalizou.

Fernando Soutello/AGIF
Jefferson disse não escolher lado, mas pediu para Loco Abreu "viver sua vida" e "não jogar piada na imprensa"

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade