Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Marcelo Oliveira diz que parte física definirá Cruzeiro do clássico

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro já tem cinco jogadores fora do clássico que vai abrir o Campeonato Mineiro no dia 3 de fevereiro, no Mineirão, e pode perder mais dois jogadores importantes. O armador Diego Souza depende de documentação para ser regularizado, e o tempo pode não ser suficiente para que o atleta entre em campo contra o Atlético-MG.

Outra situação que preocupa envolve o atacante Dagoberto, mas no caso do jogador a condição física é o principal problema. O atleta não participou dos últimos jogos do Inter no Brasileiro de 2012, por conta de uma lesão muscular, e depois do acerto com o Cruzeiro ficou uma semana sem treinar, o que deixa Dagoberto atrás dos demais companheiros no aspecto físico.

O técnico Marcelo Oliveira afirma que pretende contar com que estiver melhor física e tecnicamente para o clássico. “Eu pretendo usar os melhores jogadores no momento. E como é um início de campeonato diferente, atípico, porque vamos jogar um clássico, temos que olhar a parte física, o condicionamento dos jogadores para o jogo. Mas vamos analisar, porque temos jogadores de qualidade técnica semelhante”, declarou.

O comandante cruzeirense afirma que vai aguardar para definir a situação dos dois jogadores, mas garante que já está pensando em outras opções. “Temos que olhar a condição física do Dagoberto e a situação do Diego Souza, então vamos trabalhar outras opções”, comentou Marcelo Oliveira, satisfeito em saber que o clássico terá a presença das duas torcidas no reabertura do Mineirão.

“Sempre achei que era o ideal. É um grande jogo, um clássico, o maior jogo do Estado e um dos grandes clássicos brasileiros. É bem saudável e importante que estejam as duas torcidas. Este jogo deveria sempre ser no Mineirão, com casa cheia, com torcedores em grande número, no incentivo aos times”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade