Futebol/Mercado - ( )

Paysandu anuncia o retorno do experiente Iarley após dez anos

Belém (PA)

A diretoria do Paysandu fez um anúncio nesta terça-feira que deixou os torcedores ainda mais ansiosos com a volta do clube à Série B do Campeonato Brasileiro. Uma década depois de ajudar o Papão a conseguir o maior feito de sua história, o atacante Iarley assinou contrato com o Bicolor e fez juras de amor ao time paraense.

"É com muita alegria e confiança que volto ao Paysandu, para vestir novamente a camisa 7. E com ela espero voltar a trazer felicidade para esta imensa e apaixonada torcida", ressaltou o veterano de 35 anos, comemorando o retorno a Belém.

Em 2003, Iarley fazia parte do setor ofensivo que ainda tinha o meia Válber, que passou pelo São Paulo, e o centroavante Robgol. Classificado para a disputa da Libertadores após vencer a Copa dos Campeões do ano anterior, o time da Curuzu chegou às oitavas de final e teve de encarar o temido Boca Juniors.

No jogo de ida, em plena La Bombonera, o camisa 7 chamou a responsabilidade e marcou um belo gol ao receber na ponta esquerda, cortar a marcação e bater no contrapé do goleiro. Na volta em Belém, os argentinos venceram por 4 a 2 e eliminaram os brasileiros para seguir no torneio e faturar o título contra o Santos de Diego e Robinho.

Divulgação
Iarley precisou de apenas um ano com a camisa bicolor para se tornar um dos maiores ídolos do clube
Apesar da eliminação, a bela atuação de Iarley chamou a atenção dos xeneizee o jogador foi contratado para defender o clube por uma temporada. Apesar do curto período em Buenos Aires, conquistou um Torneio Apertura, uma Copa Sul-americana e um Mundial de Clubes.

Para viabilizar a contratação do jogador que levou o Goiás à elite do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Papão contará com a Lotto, fornecedora de material esportivo, que lançará 2 mil camisas 7 autografadas pelo ídolo, como maneira de arrecadar fundos.

Em quase 20 anos de carreira, Iarley passou por clubes como Ferroviário, Quixadá, Uniclinic e Ceará, todos do Ceará. Na Espanha, rodou por Real Madrid B, Ceuta e Melilla. Depois de defender o Boca, atuou pelo Dorados-MEX, Internacional, Goiás e Corinthians.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade