Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Rivaldo abdica de retorno à Seleção e apoia Neymar como número 1

Eduardo Mendoza, especial para a GE.Net São Caetano do Sul (SP)

Um dos grandes nomes das últimas décadas da Seleção Brasileira, o meia Rivaldo não tem planos de vestir novamente a Amarelinha. Apresentado no São Caetano nesta terça-feira, o campeão da Copa do Mundo de 2002 relembrou sua história, mas abdicou da chance de voltar a fazer parte dos comandados de Felipão.

“Já não sonho mais com isso. Acredito que meu papel na Seleção foi muito bem feito durante esses dez anos, dei o máximo de mim, mas já acabou. A Seleção tem muitos bons jogadores e a cada dia aparecem novos. O Brasil já necessitou do Rivaldo, mas hoje não necessita mais”, afirmou.

Um dos pilares da conquista do último título mundial brasileiro, o meio-campista acredita que sua história não será esquecida, mas que existem bons nomes para guiar o Brasil nos próximos anos. O principal deles, Neymar, é um dos melhores jogadores do mundo na visão do veterano de 40 anos.

“Muita responsabilidade está sendo colocada no Neymar para a Copa do Mundo de 2014, mas ele é um grandíssimo jogador. Ele já até devia ter saído para a Europa para ganhar experiência e se firmar como o número 1 do mundo”, analisou o reforço do Azulão para a disputa do Campeonato Paulista.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Rivaldo não se vê mais na Seleção Brasileira e aposta na nova geração para a Copa do Mundo de 2014

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade