Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

'Sombra' de Rivaldo, Edson Ratinho reforça o Azulão junto de Eduardo

Eduardo Mendoza, especial para a GE.Net São Caetano do Sul (SP)

O lateral direito Edson Ratinho e o atacante Eduardo tiveram pouco espaço quando apresentados. Os jogadores vestiram a camisa do São Caetano nesta terça-feira, mesmo dia em que Rivaldo chegou ao clube e roubou todas as atenções. Mesmo assim, não houve insatisfação – Edson Ratinho, por exemplo, falou sobre a expectativa de jogar ao lado do meia pelo quarto clube diferente, tendo atuado com o veterano até mesmo na Grécia e no Uzbequistão.

“É uma emoção muito grande poder voltar a jogar com ele mais uma vez. Sempre foi o meu ídolo, ainda mais porque, quando comecei a jogar futebol, eu atuava como meia. Sempre o admirei muito, poder jogar com ele e ter uma amizade fora de campo é muito gratificante”, declarou.

Nos últimos anos, o lateral foi uma espécie de ‘sombra’ do campeão da Copa do Mundo de 2002. O jogador de 26 anos atuou ao lado do meio-campista no grego AEK Athens, no uzbeque Bunyodkor e no São Paulo, além de ter defendido o Mogi Mirim enquanto o veterano de 40 anos presidia o clube.

Rivaldo também falou sobre a relação com o atleta que defendeu o Internacional no Campeonato Brasileiro em 2012. “Temos uma amizade muito boa, mas ele não vem só por isso. Ele vem do Inter, fez um grande Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim e chega por seus próprios méritos”, comentou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Edson Ratinho (à esquerda) e Eduardo (à direita) foram apresentados ao lado de Rivaldo
Diferentemente de Ratinho, o outro reforço apresentado na terça-feira já tem história no São Caetano. O atacante Eduardo, de 25 anos, se destacou pelo Azulão entre 2010 e 2011, chegando a marcar cinco gols no primeiro clássico do ABC Paulista contra o São Bernardo na vitória por 6 a 1 pelo Campeonato Paulista de 2011.

O jogador, que também passou por Atlético-MG, Atlético-PR, Sport e pelo turco Gaziantepspor, deixou o clube paulista para defender o sérvio FK Partizan em 2011. O atleta sofreu com lesões em sua passagem, mas aprovou a experiência.

“Foi uma passagem muito boa, foi a segunda vez que atuei por um time estrangeiro. É uma cultura muito diferente, um campeonato difícil de atuar. Fico feliz que tenha dado tudo certo para retornar ao São Caetano”, comentou.

O São Caetano estreou no Campeonato Paulista com vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Sorocaba. O Azulão volta a campo no sábado, quando, às 19h30 (de Brasília), visita o Oeste em Itápolis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade