Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Tirone cobra explicações de Assunção sobre proposta palmeirense

São Paulo (SP)

Irritado pelas comparações entre o tratamento dado pela diretoria do Palmeiras a Jorge Valdivia e a Marcos Assunção, o presidente Arnaldo Tirone resolveu esclarecer detalhes sobre as conversas com o volante, que vestirá a camisa do Santos em 2013. Para o mandatário, o ex-palmeirense deve dar explicações sobre as negociações pela renovação de contrato realizadas após a conquista da Copa do Brasil.

Convidado do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, Tirone valorizou a oferta feita pela diretoria na tentativa de segurar o veterano meio campista, que teria chegado a um aumento de 40% em relação aos salários estipulados no último contrato de Assunção.

“É um jogador de grande valor e um ídolo do Palmeiras. No caso da renovação de contrato, em agosto a situação era diferente. Oferecemos um contrato de 17 meses e um valor ‘x’, mas ele pediu mais. gostaria que perguntassem de novo para ele como foi essa negociação”, acusou o presidente, lembrando das declarações do volante em sua coletiva de despedida no início da semana.

Logo em seguida, Tirone elogiou a postura do ex-palmeirense ao pedir a paralisação das conversas após se lesionar, mas lembrou que a proposta era vantajosa para o atleta, e que o clube fez o possível para tentar segurá-lo na Academia de Futebol.

“Quando ele se machucou, pediu para não negociar, foi ético. Voltamos a conversar em dezembro. Ele foi para os EUA, falei com ele por mensagem, não viajei e falei com o empresário dele sobre minhas dificuldades. Era uma proposta que nós fizemos, muito boa. Eu tinha um limite para fechar com ele”, explicou o presidente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade