Futebol/Campeonato Paranaense - ( - Atualizado )

Com gol contra, Furacão cede empate para o Rio Branco na estreia

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Atlético Paranaense começou sua caminhada no Campeonato Paranaense 2013 com um empate em 1 a 1 diante do Rio Branco, no Eco Estádio Janguito Malucelli. Jogando com o time sub-23, o Rubro-Negro saiu na frente no placar, mas permitiu a igualdade na segunda etapa.

Depois enfrentar uma defesa bem fechada, o Furacão conseguiu abrir o placar aos 27 minutos da primeira etapa, com Pablo, que aproveitou cruzamento de Junior de Barros e testou para o fundo das redes. Depois do intervalo o empate dos visitantes veio com Erwin, que desviou contra o próprio patrimônio.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Nacional, quarta-feira, no Estádio Erich George, em Rolândia. Já o Rio Branco terá pela frente, no mesmo dia, o Londrina, no Gigante do Itiberê, em Paranaguá.

O Jogo – O Furacão tentava impor seu ritmo e, aos cinco minutos, criou a primeira grande oportunidade da partida, em lançamento de Harrison para Júnior de Barros, que tirou o goleiro e carimbou a trave. Na reposta, aos oito minutos, Meduna aproveitou cochilo da defesa rubro-negra e tocou por cima da trave, com perigo.

O Leão da Estradinha equilibrou as ações e, aos 12 minutos, Bahia roubou de Pablo e bateu para defesa de Santos. O ritmo caiu um pouco, ficando truncado no meio campo. Aos 19 minutos, Edigar Junio partiu para a jogada individual, buscou o cruzamento e acertou a defesa, que estava bem postada. Vinícius vacilou, aos 25 minutos, entrou o ouro para Harrison, que bateu pela linha de fundo.

Mas, aos 27 minutos, cruzamento de Junior de Barros para Pablo, que testou firme para o fundo das redes para fazer o primeiro do Furacão na competição. O Rio Branco tentou responder com Meduna, aos 30 minutos, dando trabalho para Santos, que buscou no ângulo. Aos 33 minutos, Pablo desviou de cabeça, desta vez pela linha de fundo. Aos 43 minutos, Harrison cobrou falta e isolou.

Na segunda etapa, as equipes retornaram sem alterações. Logo aos dois minutos, Pablo pegou sobra de bola e mandou o petardo sobre a defesa. Porém, o Rio Branco cresceu de produção. Aos nove minutos, Renan Meduna cobrou falta e bola subiu demais. Harrison fez bela jogada, aos 13 minutos, tirou a defesa e bateu para fora.

Porém, aos 16 minutos, William fez a jogada e cruzou. Erwin tentou cortar e mandou para dentro das próprias redes para ceder o empate. Júnior de Barros partiu para cima da defesa e arrematou alto demais. Os dois treinadores começaram a mexer nos times. Aos 25 minutos, Valdir fez falta infantil no meio-campo e recebeu o cartão vermelho. Mesmo com um a menos, O Leão quase virou com Meduna, com um belo chute na rede, pelo lado de fora.

O técnico Arthur Bernardes colocou o Rubro-Negro no ataque com a entrada de Marcos Guilherme. Lance incrível aos 37 minutos, com Taiberson carimbando o travessão, de frente para o gol, dentro da pequena área. Aos 41 minutos, Júnior de Barros pegou sobra de bola e bateu para defesa de Felipe. Aos 45 minutos, o atacante atleticano caiu na área e reclamou pênalti. Ganhou apenas amarelo e não impediu o empate.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade