Futebol/Campeonato Italiano - ( - Atualizado )

Insultos racistas irritam Boateng e Milan abandona amistoso

Busto Arsizio (Itália)

Em fase de preparação para o retorno ao Campeonato Italiano, o Milan realizou amistoso com o Pro Patria, da terceira divisão nacional, nesta quinta-feira, em Busto Arsizio, na região da Lombardia. Contudo, a partida foi suspensa aos 26 minutos do segundo tempo, por conta de insultos racistas ao meio-campista Kevin-Prince Boateng, atleta nascido em Berlim (Alemanha) mas de ascendência ganesa.

Durante o confronto, o camisa dez recebeu bola pelo lado esquerdo do setor ofensivo do time rubro-negro e tentou driblar o adversário. No entanto, ao ouvir manifestação racista da torcida adversária, parou a jogada e chutou a bola para as arquibancadas. O árbitro da partida, Gianluca Benassi, ainda tentou conversar com o atleta, que tirou a camisa e foi direto para os vestiários, assim como os seus companheiros, incluindo o goleiro brasileiro Gabriel. O treinador do Milan, Massimiliano Allegri, mostrou apoio a Boateng.

“Estou decepcionado e triste, mas acho que não retornar ao gramado foi a decisão correta. Todos deveriam parar com estes gestes não civilizados. Peço desculpas as famílias e crianças que vieram aqui para aproveitar um belo dia”, disse. “Espero que esse tipo de coisa não aconteça novamente”, completou.

Com a confirmação da suspensão, o clube rubro-negro divulgou nota em seu site oficial: O amistoso Pro Patria x Milan está momentaneamente interrompido por causa da retirada do campo da equipe do Milan, após uma minoria dos torcedores da Pro Patria gritar aos jogadores de cor do Milan insultos racistas. A equipe não tem nenhuma intenção de retornar ao campo de jogo enquanto os jogadores da Pro Patria estiverem ainda no gramado esperando os acontecimentos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade