Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Bragantino vacila e permite empate do Linense em cinco minutos

Bragança Paulista (SP)

Com um jogador a mais desde os 34 minutos do primeiro tempo, quando o meia Thiaguinho foi expulso, o Bragantino demorou, abriu 2 a 0, mas não se segurou após o cartão vermelho recebido pelo zagueiro André Astorga e permitiu o empate do Linense por 2 a 2. Todos os gols foram marcados no segundo tempo, com boa dose de emoção no estádio Nabi Abi Chedid.

Lincom superou a boa atuação do goleiro Leandro Santos para abrir o placar aos 34 e ver Léo Jaime ampliar aos 37. Após a expulsão de seu capitão, aos 40 minutos, o Bragantino não se segurou, sofrendo gols de Daniel Lovinho, aos 41, e o empate de Bruno Ribeiro, em cobrança de pênalti, aos 46, para insatisfação do torcedor que compareceu em número reduzido para assistir o empate.

Com as mesmas escalações da primeira rodada, quando o Bragantino empatou por 0 a 0 com o Palmeiras e o Linense, por sua vez, venceu o Guarani em casa, as duas equipes mantiveram o equilíbrio como tônica de todo o primeiro tempo. As melhores chances foram criadas em momentos de desatenção do adversário, uma boa para cada lado.

Logo aos dois minutos de bola rolando, a defesa do Linense bateu cabeça e permitiu que Lincom dominasse pela direita e fizesse o cruzamento. Na chegada de Geandro, o zagueiro Álvaro conseguiu se recuperar e afastou o perigo iminente. Aos 28, Tarracha conseguiu o levantamento na área e Fausto se aproveitou de um erro de marcação de Kadu para obrigar Rafael Defendi a praticar boa defesa.

Nesse momento da partida, o Bragantino ficou em vantagem numérica. Depois de tomar um cartão amarelo que foi alvo de reclamações dos companheiros, aos 15, Thiaguinho levou o segundo aos 34, quando cometeu falta dura em Thiago Santos e acabou expulso de campo. Mesmo com um a mais, o Bragantino não conseguiu chegar mais perto do gol de Leandro Santos.

O goleiro do Linense, aliás, se tornou o principal nome da partida no segundo tempo, segurando a forte pressão que o time do técnico Mazola Júnior exerceu dentro de casa. Aos quatro minutos, após bate-rebate na área, Léo Jaime bateu forte e o camisa 1 fez seu primeiro milagre da tarde. O Massa Bruta ainda teve outras oportunidades aos oito e aos 24, com Malaquias, mas o goleiro chamou a responsabilidade e evitou os gols.

Quando Leandro Santos não segurou mais, o Bragantino construiu sua vitória. Aos 34 do segundo tempo, cinco minutos depois de acertar uma bola na trave, Lincom recebeu de costas para o gol, na entrada da área, e acertou um belo chute no ângulo. Aos 37, mais motivo para comemoração: no rebote de uma defesa do goleiro do Linense, Léo Jaime acertou o canto de Leandro e marcou o da vitória.

Com André Astorga expulso em lance infantil, aos 40 minutos, o Bragantino levou pressão e viu o Linense diminuir o placar dois minutos depois, quando Tarracha recebeu lançamento e Daniel Lovinho aproveitou a sobra para marcar. Até que, no último minuto do tempo regulamentar, Dudu foi derrubado na área por Geandro e Bruno Ribeiro não desperdiçou, anotando o gol de empate dos visitantes.

O Bragantino tenta sua primeira vitória domingo, novamente em Bragança Paulista, contra o Santos de Neymar e Montillo. Já o Linense terá como próximo desafiante o Ituano, no Gilbertão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade