Futebol/Sul-americano Sub-20 - ( - Atualizado )

Chile e Colômbia vencem novamente e carimbam vaga no hexagonal

Mendoza (Argentina)

A terça-feira foi histórica para a seleção chilena sub-20. Na 4ª rodada do grupo A do Sul-americano da categoria, os chilenos encaram o Paraguai no estádio das Malvinas Argentinas e chegaram à quarta vitória seguida na competição pela primeira vez na história. Além disso, o triunfo por 3 a 2 sobre os paraguaios garante a equipe no hexagonal final.

Apesar da classificação garantida com antecedência, o jogo que definiu a vaga não foi nada fácil para La Roja. Logo aos sete minutos, González recebeu passe no meio da área e abriu o placar. Melhor em campo, o Chile mostrou poder de reação e deixou tudo igual em chute de Rojas. Mais tarde, Maturana recebeu no ataque, ajeitou no peito e virou o placar.

Novamente em início marcado por apagão defensivo, os chilenos levaram o segundo gol, em pancada do atacante Albornoz. Já aos 45 minutos do segundo tempo, no entanto, a boa fase dos chilenos voltou a ser decisiva e o empate que parecia certo, se transformou em festa andina. Contreras recebeu bela assistência e tocou para o fundo das redes.

AFP
Alejandro Contreras marcou o gol que definiu a suada vitória e colocou o Chile no hexagonal final
Mais tarde, e com muito mais tranquilidade, a Colômbia também se classificou antecipadamente para o hexagonal final. Depois de primeiro tempo equilibrado o placar magro de 1 a 0 com o gol de Miguel Borja, os colombianos atropelaram a Bolívia no segundo tempo.

Para chegar aos 6 a 0, Juan Nieto marcou logo nos primeiros minutos, com Borja anotando mais dois em sequência. O camisa 19 foi substituído por John Córdoba, que perdeu inúmeras chances e desencantou com dois gols. O grande destaque da maior goleada do torneio, porém, foi o armador Juan Quintero, que participou de praticamente todas as jogadas de ataque.

Com a vitória, o Chile chega aos 12 pontos, disparado na primeira colocação do grupo A. Já a Colômbia fica com seis pontos, isolada na segunda posição. O Paraguai, apesar da derrota, ainda tem situação confortável com três pontos e em terceiro. A anfitriã Argentina e a Bolívia dividem a lanterna com um ponto cada.

AFP
Com três gols, Miguel Borja mostrou que o técnico Carlos Restrepo acertou na aposta contra os bolivianos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade